sicnot

Perfil

Desporto

Vieirinha admite que é "difícil travar o melhor do mundo" mas vai tentar

O internacional português Vieirinha disse hoje, antevendo o embate com o Real Madrid dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, que é difícil parar o melhor jogador do mundo, numa alusão a Cristiano Ronaldo.

(Arquivo)

(Arquivo)

Peter Steffen / AP

"É difícil parar o melhor jogador do mundo, mas vou tentar fazê-lo com a ajuda de toda a equipa", disse Vieirinha, que partilha o balneário com Cristiano Ronaldo na seleção portuguesa.

De resto, o lateral-direito do Wolfsburgo estende o elogio a Cristiano Ronaldo no plano pessoal: "Para mim, trata-se de uma excelente pessoa, não é nada daquilo que a imprensa escreve. Não posso dizer que seja um amigo, mas é alguém que me ajudou sempre que precisei."

Para Vieirinha, é uma evidência que "a pressão e o favoritismo estão do lado do Real Madrid" e que cabe ao Wolfsburgo demonstrar que "tem estofo de defrontar um rival de tanta envergadura".

O Wolfsburgo recebe na quarta-feira, a partir das 19:45, o Real Madrid, em jogo da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.