sicnot

Perfil

Desporto

Observatório contra a homofobia denuncia insultos a Cristiano Ronaldo

O Observatório contra a Homofobia da Catalunha (OCH) denunciou junto da procuradoria insultos homofóbicos dos adeptos do FC Barcelona a Cristiano Ronaldo, no clássico de futebol de sábado, em Nou Camp.

© Ruben Sprich / Reuters

De acordo com o presidente do OCH, Eugeni Rodríguez, com base no artigo 11 da lei contra a 'lgbtfobia', "os funcionários e administração têm o dever de intervir perante o conhecimento de factos de homofobia".

Eugeni Rodríguez deu também a conhecer à diretora-geral para a Igualdade "os graves insultos contra Ronaldo, que tiveram lugar num evento público e perante uma multidão".

Durante o minuto de silêncio que teve lugar em memória de Johan Cruyff ouviram-se insultos dirigidos ao futebolista internacional português, nomeadamente "Cristiano maricas",

"É muito grave, vergonhoso e humilhante, esta exaltação de ódio homofóbico e a lei obriga, nos seus artigos 4 e 6, que a Procuradoria proteja e previna contra estas atitudes homofóbicas, ainda mais em lugares públicos", disse.

O Observatório pediu ainda uma investigação e que se adotem as medidas legais correspondentes, numa situação também comunicada ao conselho LGBT do Município de Barcelona e denunciada também na Comissão estatal contra a Violência no Desporto.

Igualmente, a Liga espanhola de futebol anunciou que levará o caso, dos insultos a Cristiano Ronaldo à comissão antiviolência e ao Comité de Competições da Federação Espanhola (RFEF).

Em comunicado, a Liga diz que "de uma forma esporádica e pontual, alguns espetadores, com o campo completamente em silêncio, gritaram 'pu.. Madrid' e 'Cristiano maricas', expressões que foram prontamente assobiadas por grande parte dos adeptos locais".

Lusa

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.