sicnot

Perfil

Desporto

Observatório contra a homofobia denuncia insultos a Cristiano Ronaldo

O Observatório contra a Homofobia da Catalunha (OCH) denunciou junto da procuradoria insultos homofóbicos dos adeptos do FC Barcelona a Cristiano Ronaldo, no clássico de futebol de sábado, em Nou Camp.

© Ruben Sprich / Reuters

De acordo com o presidente do OCH, Eugeni Rodríguez, com base no artigo 11 da lei contra a 'lgbtfobia', "os funcionários e administração têm o dever de intervir perante o conhecimento de factos de homofobia".

Eugeni Rodríguez deu também a conhecer à diretora-geral para a Igualdade "os graves insultos contra Ronaldo, que tiveram lugar num evento público e perante uma multidão".

Durante o minuto de silêncio que teve lugar em memória de Johan Cruyff ouviram-se insultos dirigidos ao futebolista internacional português, nomeadamente "Cristiano maricas",

"É muito grave, vergonhoso e humilhante, esta exaltação de ódio homofóbico e a lei obriga, nos seus artigos 4 e 6, que a Procuradoria proteja e previna contra estas atitudes homofóbicas, ainda mais em lugares públicos", disse.

O Observatório pediu ainda uma investigação e que se adotem as medidas legais correspondentes, numa situação também comunicada ao conselho LGBT do Município de Barcelona e denunciada também na Comissão estatal contra a Violência no Desporto.

Igualmente, a Liga espanhola de futebol anunciou que levará o caso, dos insultos a Cristiano Ronaldo à comissão antiviolência e ao Comité de Competições da Federação Espanhola (RFEF).

Em comunicado, a Liga diz que "de uma forma esporádica e pontual, alguns espetadores, com o campo completamente em silêncio, gritaram 'pu.. Madrid' e 'Cristiano maricas', expressões que foram prontamente assobiadas por grande parte dos adeptos locais".

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.