sicnot

Perfil

Desporto

FIA aceita regressar ao antigo formato de qualificação na Fórmula 1

O antigo formato de qualificação deverá regressar no Grande Prémio da China de Fórmula 1, depois de a Federação Internacional do Automóvel (FIA) ter aceitado o pedido das escuderias de anulação do novo sistema, revelou hoje o organismo.

© Hamad I Mohammed / Reuters

O presidente da FIA, Jean Todt, e o representante dos proprietários do campeonato, Bernie Ecclestone, cederam às exigências das equipas, apesar de ambos serem a favor das novas regras, e vão apresentar uma requisição no Grupo Estratégico e Comissão da Fórmula 1, para a decisão poder ser ratificada pelo Conselho Mundial da FIA.

As escuderias que disputam a atual temporada já se tinham juntado para contestar o novo sistema de qualificação, que foi utilizado na Austrália e no Bahrein, e recentemente enviaram uma carta conjunta à FIA a exigir a anulação.

O antigo formato, com três partes (Q1, Q2 e Q3), mas sem a eliminação progressiva dos mais lentos, a cada minuto e meio, deverá voltar a ser utilizado no Grande Prémio da China, a 17 de abril, caso a decisão já tenha sido oficializada pela FIA.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.