sicnot

Perfil

Desporto

Seleção Portuguesa cai para o oitavo lugar do ranking da FIFA

A seleção portuguesa de futebol foi ultrapassada pela Colômbia e 'caiu' uma posição para o oitavo lugar do ranking da FIFA, que foi hoje divulgado, com o regresso da Argentina ao primeiro lugar.

© Rafael Marchante / Reuters

Desde a atualização da hierarquia de 03 de março, a equipa das "quinas" perdeu frente à Bulgária (1-0) e venceu a Bélgica (2-1), em jogos particulares, justificando a perda de uma posição.

Também por isso, a seleção belga, que liderava o 'ranking' desde novembro de 2015, foi superada pela vice-campeã do mundo Argentina, que regressou à liderança que ocupava em outubro.

Chile, que subiu do quinto para o terceiro lugar, e Colômbia, do oitavo para o quarto, superaram Alemanha, campeã do mundo, e Espanha, campeã da Europa, e assumiram o protagonismo desta atualização da hierarquia, que regista ainda a reentrada do Uruguai no 'top-10', por troca com a Áustria, adversária de Portugal no Euro2016 e que surge agora no 11.º.

As outras seleções adversárias da seleção lusa no Grupo F do Euro2016, casos da Hungria e da Islândia, registaram subidas de um e três lugares, para a 18.ª e 35.ªs posições, respetivamente.

Entre os países de língua oficial portuguesa, Cabo Verde continua também a ser o melhor classificado, no 47.º lugar, apesar de ter perdido 16 posições, ligeiramente atrás da seleção iraniana, comandada pelo português Carlos Queiroz, que é 42.ª.

Daqueles países, Guiné-Bissau foi o que mais lugares subiu, de 147 para 102, seguido de São Tomé e Príncipe, que passou de 174 para 150, ao contrário de Angola, que caiu 12 lugares, de 109 para 121, enquanto Moçambique teve uma queda mais ligeira, de apenas uma posição, para o 101.º posto.

Timor-Leste desceu cinco lugares, para 175.º, enquanto o Burkina Faso e o Gabão, treinados pelos portugueses Paulo Duarte e Jorge Costa, respetivamente, mantêm-se entre os 100 primeiros classificados, em 75.º e 88.º.

Lusa

  • Catalunha vs Espanha
    29:35

    Grande Reportagem SIC

    2017 ficará como o ano da Catalunha e de como a região espanhola foi falada em todo o mundo, por causa do grito de independência que não aconteceu. O jornalista Henrique Cymerman esteve na Catalunha e foi um dos únicos repórteres do mundo que conseguiu chegar ao esconderijo do presidente demissionário do Governo catalão, Carles Puigdemont, em Bruxelas.

  • Tiroteio em Espanha causa três mortos

    Mundo

    Um tiroteio na cidade espanhola de Teruel, na região de Aragão, fez esta quinta-feira três mortos, entre os quais dois elementos da Guardia Civil. O atirador está em fuga.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC