sicnot

Perfil

Desporto

Treino do Marítimo termina em confrontos entre jogadores

O treino do Marítimo de hoje terminou mais cedo, após dois desentendimentos entre jogadores da equipa madeirense, que defronta o Sporting no sábado, em Alvalade, em jogo da 29.ª jornada da I Liga de futebol.

HOMEM DE GOUVEIA

Com cerca de 45 minutos de treino, houve um primeiro confronto entre Edgar Costa e Éber Bessa, obrigando à separação dos jogadores, mas não à intgerrupção da sessão.

No entanto, logo de seguida, ocorreu uma nova discussão, desta feita entre Rúben Ferreira e Lynneeker, esta ainda mais acesa, o que levou Nelo Vingada a parar o treino, mas os ânimos exaltaram-se ainda mais quando os atletas caminhavam para os balneários.

O técnico do Marítimo abordou o assunto na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Sporting e não perdoou a atitude dos jogadores em questão.

"Hoje foi um dia menos bonito daquilo que é a verdadeira dimensão do Marítimo. Eu não me revejo neste tipo de comportamento que aconteceu no treino. O Marítimo não se revê nem merece este tipo de comportamento que alguns dos seus profissionais tiveram", referiu.

Vingada não esclareceu se os jogadores vão ser convocados para a deslocação a Alvalade, mas afirmou que o assunto não vai passar impune e foi mais longe.

"Na minha carreira de treinador, foi a primeira vez que aconteceu e já trabalhei em ambientes muito mais conturbados do que este, como no Irão ou no Egipto. Nunca vi uma coisa destas", garantiu.

Já o presidente Carlos Pereira tinha uma opinião diferente e preferiu não valorizar o que aconteceu.

"Com quase 40 anos de desporto, já vi tanto e já passaram tantas coisas bem mais graves do que aquela que aconteceu. São situações que não devem acontecer, mas que, no futebol e no desporto, acontecem com alguma frequência", afirmou.

O presidente do clube insular assegurou que a situação vai ser analisada, as partes em questão vão ser ouvidas e a decisão irá ser tomada juntamente com o departamento jurídico do clube.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.