sicnot

Perfil

Desporto

Slimani sem castigo

O jogador do Sporting Slimani foi absolvido pelo Conselho de Disciplina da FPF, no caso da alegada agressão a Samaris, no jogo com o Benfica para a Taça.

ANT\303\223NIO COTRIM

Islam Slimani foi alvo de um processo disciplinar na sequência de uma alegada agressão ao grego Samaris, no encontro com o Benfica para a Taça de Portugal, a 21 de novembro de 2015.

Em causa estava uma agressão do argelino que não foi assinalada pelo árbitro Jorge Sousa, no início da segunda parte do jogo da quarta eliminatória da Taça, em que o Sporting recebeu e venceu o Benfica, por 2-1, após prolongamento.

O Conselho de Diciplina da Federação portuguesa de Futebol tinha instaurado um processo disciplinar ao jogador na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica.

Slimani arriscava uma suspensão de 2 a 10 jogos mas acaba agora por ser absolvido.

Última atualização às 14:11

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.