sicnot

Perfil

Desporto

Alfredo Hawit assume-se culpado no escândalo de suborno da FIFA

Alfredo Hawit, antigo vice presidente da FIFA, declarou-se culpado no escândalo de suborno da FIFA sobre direitos de transmissão.

Mark Lennihan

Hawit, de 64 anos, declarou-se esta segunda-feira culpado de quatro acusações de conspiração no âmbito da investigação, que envolve a FIFA, sobre suborno no valor de centenas de milhares de dólares ligados à venda de direitos de transmissão para torneios na América Latina.

A Justiça dos Estados Unidos investiga o caso que envolve mais de 40 pessoas em todo o mundo e centenas de milhões de dólares em pagamentos ilegais nos últimos 25 anos.

Alfredo Hawit foi também presidente interino da CONCACAF, desde junho do ano passado até 3 de dezembro, altura em que foi preso.

Hawit foi extraditado da Suíça para os Estados Unidos no início deste ano.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47