sicnot

Perfil

Desporto

Mais de 40% dos ex-jogadores de futebol americano têm uma lesão cerebral

Mais de 40% dos ex-jogadores da liga de futebol americano dos Estados Unidos (NFL) mostram sinais de lesões cerebrais, revela um estudo da Academia Americana de Neurologia, divulgado na segunda-feira.

© Brendan McDermid / Reuters

Trata-se de um dos maiores estudos sobre o fenómeno até à data e um dos primeiros a apresentar provas objetivas das lesões cerebrais nos antigos jogadores, indicou Francis Conidi, investigador da Universidade da Florida.

"O rácio de lesões cerebrais traumáticas é significativamente superior nos jogadores comparativamente à população em geral", apontou Conidi referindo-se aos resultados do estudo, que vai ser formalmente apresentado na próxima sexta-feira, no 68.º encontro anual da Academia Americana de Neurologia em Vancouver (Canadá).

Para o estudo, os investigadores recolheram imagens por ressonância magnética e realizaram exames de memória a 40 ex-jogadores da NFL, com uma média de idades de 36 anos, na sua maioria afastados da prática da modalidade há menos de cinco anos e que jogaram em média sete anos na liga.

As imagens da ressonância magnética mostram que 17 ex-jogadores (43%) apresentavam níveis de danos na substância branca do cérebro, que conecta as distintas regiões cerebrais, muito superiores aos das pessoas sãs da mesma faixa etária, o que é considerado uma prova de lesão cerebral traumática.

Por outro lado, metade dos antigos jogadores tem problemas significativos no desempenho da função executiva, 45% na aprendizagem ou memória e 42% na capacidade de atenção e concentração.

Os investigadores também concluíram que quanto mais tempo um jogador passa na NFL maiores se afiguram as possibilidades de vir a sofrer de uma lesão cerebral traumática.

Este estudo também pode ajudar os cientistas a compreender melhor a encefalopatia traumática crónica associada à demência, depressão e suicídio.

A NFL tem sido fortemente criticada por ter durante um longo período de tempo subestimado o impacto dos choques físicos na saúde dos jogadores.

Essa problemática é o tema do filme recente "Concussion" ("Concussão") que tem Will Smith como protagonista.

Lusa

  • Nove dos 50 feridos que continuam hospitalizados estão em estado crítico
    3:46

    Ataque em Barcelona

    Os quatro indivíduos implicados nos atentados de Barcelona e Cambrils prestam hoje declarações ao juiz Fernando Andreu, na Audiência Nacional, em Madrid. O enviado especial da SIC, Emanuel Nunes, dá conta do ambiente que se vive em Barcelona esta manhã e faz uma atualização em relação aos feridos no atentado na capital catalã. Cinquenta pessoas continuam hospitalizadas, 9 em estado considerado crítico e 13 em estado grave.

  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40