sicnot

Perfil

Desporto

Taça grega volta a ser disputada após suspensão por confrontos

O representante da FIFA Kostakis Koutsokoumnis anunciou hoje que a Taça da Grécia vai voltar a ser disputada, cumprindo o anseio da entidade que tutela o futebol internacional, após suspensão provisória da competição por confrontos.

"Chegámos a um acordo. Existe um compromisso em voltar a ter a Taça da Grécia", comunicou Koutsokoumnis, que acumula o cargo de presidente da Federação Cipriota de Futebol com as funções na FIFA, depois de reunião com o ministro do Desporto e com o presidente da Federação de Futebol helénicos.

Há um mês, o ministro do Desporto grego, Stavros Kontonis, tinha anunciado a suspensão da taça, após confrontos ocorridos na primeira mão da meia-final entre PAOK e Olympiacos, em Salónica, a 2 de março. O árbitro interrompeu o jogo por falta de condições de segurança, depois de o treinador português Marco Silva ter sido atingido por uma garrafa.

Apesar da decisão provisória, motivada por receio de um acréscimo de violência, a FIFA alertou a Grécia para a possível exclusão dos clubes e seleções do país de futuras competições internacionais, estabelecendo um prazo para a decisão oficial até 15 de abril.

Agora, o responsável da FIFA adiantou não só o recomeço da prova, como as possíveis medidas preventivas a aplicar: "Os jogos podem ser organizados fora de Atenas. Se calhar sem espetadores ou, unicamente, com crianças no recinto. Vai ser decidido na sexta-feira."

A segunda mão do jogo interrompido estava marcada para 7 de abril, com o Olympiacos a receber o PAOK, ficando agora por saber a data e o recinto da partida, mantendo-se até a possibilidade de se nomearem árbitros estrangeiros para a restante competição.

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.