sicnot

Perfil

Desporto

Associação irlandesa de luta ajuda família de João Carvalho

A Associação Irlandesa de Lutas Amadoras está a promover uma campanha de angariação de fundos a favor da família do português João "Rafeiro" Carvalho, que morreu na segunda-feira, depois de um combate em Dublin.

João Carvalho, praticante de MMA, morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, após um combate na capital irlandesa.

João Carvalho, praticante de MMA, morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, após um combate na capital irlandesa.

KO Media

"É com pesar que lamentamos a morte do competidor de Artes Marciais Mistas João Carvalho. No sábado, 9 de abril, sofreu um problema médico na sequência do seu combate no Total Extreme Fighting no National Boxing Stadium, em Dublin. As nossas condolências e pensamentos estão com a família do João e dos seus amigos. Nós pedimos à comunidade das MMA o apoio à família através deste fundo, para ajudar nos custos do funeral e outros. Cada pequena doação vai ajudar", lê-se no sítio, que, às 14:30, já conta com o contributo de 7.868 euros de 256 pessoas.

João "Rafeiro" Carvalho, de 28 anos, morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, onde deu entrada em estado crítico depois do seu combate de estreia na TEF, na capital irlandesa, que perdeu por KO técnico frente ao irlandês Charlie Ward.

O lutador natural de Lisboa sentiu-se mal, cerca de 20 minutos depois do final do combate. Ainda no local, foi imediatamente assistido pela equipa médica presente, sendo depois transportado rapidamente para o Hospital Beaumont, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica cerebral, após a qual o atleta permaneceu em estado crítico durante as 48 horas seguintes.

Lusa

  • "Rafeiro" morreu na sua primeira competição internacional
    1:19

    Desporto

    Morreu o lutador português João Carvalho que se encontrava em estado grave desde sábado. O "Rafeiro" como era conhecido na modalidade de MMA, não resistiu aos ferimentos do último combate que realizou na Irlanda e faleceu já no hospital em Dublin. Era o primeiro combate internacional de João Carvalho na modalidade de MMA.

  • Associação irlandesa quer apurar "todos os factos relevantes" no caso da morte do lutador português

    Desporto

    O atleta João "Rafeiro" Carvalho, praticante de Artes Marciais Mistas (MMA), morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, onde deu entrada em estado crítico depois de um combate na capital irlandesa. John Kavanag, da Associação Irlandesa de Lutas Amadoras, assistiu ao combate e, segundo o site da BBC, garante que a organização que representa vai trabalhar para apurar "todos os factos relevantes" do incidente que levaram à morte do lutador português.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas chegou este sábado a acordo sobre o cessar-fogo na Síria, depois de três dias de intensas negociações para evitar o veto da Rússia. As tréguas vão durar 30 dias e permitir a entrada de ajuda humanitária em Ghouta Oriental, a região mais atingida pela guerra na Síria, nesta altura. Em apenas sete dias, os bombardeamentos do regime fizeram mais de 500 mortos.

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão
    3:07
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35