sicnot

Perfil

Desporto

Associação irlandesa quer apurar "todos os factos relevantes" no caso da morte do lutador português

O atleta João "Rafeiro" Carvalho, praticante de Artes Marciais Mistas (MMA), morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, onde deu entrada em estado crítico depois de um combate na capital irlandesa. John Kavanag, da Associação Irlandesa de Lutas Amadoras, assistiu ao combate e, segundo o site da BBC, garante que a organização que representa vai trabalhar para apurar "todos os factos relevantes" do incidente que levaram à morte do lutador português.

João Carvalho, praticante de MMA, morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, após um combate na capital irlandesa.

João Carvalho, praticante de MMA, morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, após um combate na capital irlandesa.

KO Media

John Kavanag é também treinador de McGregor, campeão da modalidade.

Através do Facebook, a Federação Internacional de Artes Marciais Mistas também manifesta "as mais profundas condolências à família e amigos" e diz aguardar por dados mais concretos para se pronunciar.

"Estamos a reunir informação com o apoio da Associação Irlandesa de Lutas Amadoras e a aguardar pela divulgação dos relatórios médicos oficiais. Até lá, não podemos comentar este incidente isolado e muito triste, a não ser dizer que oferecemos o nosso apoio", conclui.

No seu primeiro combate internacional, no evento Total Extreme Fight, disputado no National Boxing Stadium, em Dublin, João Carvalho, de 28 anos, foi derrotado por KO técnico pelo irlandês Charlie Ward, considerando a sua equipa que "foram cumpridas todas as regras de segurança" e que "a arbitragem seguiu todos os procedimentos corretos e habituais".

"João Carvalho sentiu-se mal, cerca de 20 minutos depois do final do combate. Ainda no local, foi imediatamente assistido pela equipa médica presente, sendo depois transportado rapidamente para o Hospital Beaumont, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica cerebral, após a qual o atleta permaneceu em estado crítico durante as 48 horas seguintes, acabando por falecer nesta segunda-feira", acrescenta a nota subscrita pelo responsável da equipa, Vítor Nóbrega.

"Embora sejam conhecidos os riscos deste desporto, o falecimento de João Carvalho (...) foi uma enorme infelicidade, que deixa profundamente tristes e consternados, tanto a sua família, como toda a equipa Nóbrega Team", aos quais expressa "as mais sinceras condolências", acrescenta Vítor Nóbrega.

  • Sessão solene no Parlamento e desfile popular nas comemorações do 25 de Abril

    País

    Os 43 anos da Revolução dos Cravos são hoje comemorados com a sessão solene no Parlamento e o tradicional desfile popular, tendo o Presidente da República escolhido o 25 de Abril para condecorar, a título póstumo, Francisco Sá Carneiro. A SIC Notícias acompanha esta manhã a sessão solene na Assembleia da República. Veja aqui em direto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.