sicnot

Perfil

Desporto

Associação irlandesa quer apurar "todos os factos relevantes" no caso da morte do lutador português

O atleta João "Rafeiro" Carvalho, praticante de Artes Marciais Mistas (MMA), morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, onde deu entrada em estado crítico depois de um combate na capital irlandesa. John Kavanag, da Associação Irlandesa de Lutas Amadoras, assistiu ao combate e, segundo o site da BBC, garante que a organização que representa vai trabalhar para apurar "todos os factos relevantes" do incidente que levaram à morte do lutador português.

João Carvalho, praticante de MMA, morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, após um combate na capital irlandesa.

João Carvalho, praticante de MMA, morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, após um combate na capital irlandesa.

KO Media

John Kavanag é também treinador de McGregor, campeão da modalidade.

Através do Facebook, a Federação Internacional de Artes Marciais Mistas também manifesta "as mais profundas condolências à família e amigos" e diz aguardar por dados mais concretos para se pronunciar.

"Estamos a reunir informação com o apoio da Associação Irlandesa de Lutas Amadoras e a aguardar pela divulgação dos relatórios médicos oficiais. Até lá, não podemos comentar este incidente isolado e muito triste, a não ser dizer que oferecemos o nosso apoio", conclui.

No seu primeiro combate internacional, no evento Total Extreme Fight, disputado no National Boxing Stadium, em Dublin, João Carvalho, de 28 anos, foi derrotado por KO técnico pelo irlandês Charlie Ward, considerando a sua equipa que "foram cumpridas todas as regras de segurança" e que "a arbitragem seguiu todos os procedimentos corretos e habituais".

"João Carvalho sentiu-se mal, cerca de 20 minutos depois do final do combate. Ainda no local, foi imediatamente assistido pela equipa médica presente, sendo depois transportado rapidamente para o Hospital Beaumont, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica cerebral, após a qual o atleta permaneceu em estado crítico durante as 48 horas seguintes, acabando por falecer nesta segunda-feira", acrescenta a nota subscrita pelo responsável da equipa, Vítor Nóbrega.

"Embora sejam conhecidos os riscos deste desporto, o falecimento de João Carvalho (...) foi uma enorme infelicidade, que deixa profundamente tristes e consternados, tanto a sua família, como toda a equipa Nóbrega Team", aos quais expressa "as mais sinceras condolências", acrescenta Vítor Nóbrega.

  • Passos começou a fazer oposição

    Bernardo Ferrão

    É inegável a habilidade política de António Costa mas no caso da TSU e do acordo de Concertação Social só cai quem quer. A verdade dos factos é que o primeiro-ministro fechou um acordo sabendo que não o podia cumprir. E agora tenta desviar-nos o olhar para o PSD, como se fosse ele o culpado, quando o problema está na geringonça. Antes de atacar Passos, Costa devia resolver os problemas em casa com o PCP e BE.

    Bernardo Ferrão

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.