sicnot

Perfil

Desporto

Barcelona eliminado nos quartos de final da Champions

O campeão europeu de futebol em título, o FC Barcelona, foi hoje eliminado nos quartos de final da 'Champions' pelo Atlético Madrid, no mesmo dia em que o Benfica lutou, mas teve de ceder ante o 'colosso' Bayern.

BALLESTEROS

No Vicente Calderón, dois golos do francês Antoine Griezmann ditaram a vitória do 'Atleti' por 2-0, a anular o 2-1 da primeira mão e a deixar o detentor do troféu pelo caminho, mau grado um intensíssimo domínio no meio do terreno da equipa da cidade condal.

Os 'colchoneros' defenderam muito, e bem, e não prescindiram do contra-ataque, pelo que não escandalizou o 1-0, aos 36 minutos, com o francês a cabecear muito bem um centro de Saul Niguez.

Impecável a defender, Oblak, antigo guarda-redes do Benfica, era a primeira linha das 'cadenas' madrilenas, dando confiança aos seus companheiros e ajudando a mais um jogo sem sofrer golos em casa.

Na primeira parte, o 'Barça' só conseguiu mesmo um remate de longe, por Neymar, enquanto que Messi prossegue uma pequena 'travessia do deserto' e já leva 452 minutos sem marcar.

Após o reatamento, e já depois de Saul ter enviado um remate à barra (53), os madrilenos confirmaram a reviravolta aos 88 minutos, com Griezmann a cobrar com eficácia uma grande penalidade absolutamente indiscutível.

O árbitro não teve dúvidas em assinalar a mão na área de Iniesta, a cortar um passe 'de morte' de Filipe Luís para Griezmann.

O Atlético de Madrid junta-se assim ao rival Real e ao Manchester City, apurados na terça-feira, e ao Bayern, que foi à Luz empatar 2-2 com o Benfica, após vitória em Munique por 1-0.

Mesmo sem Jonas e Mitroglou, o Benfica deu muita luta e fez a sua melhor eliminatória de sempre contra o Bayern, único campeão nacional no quarteto final da 'Champions'.

Entre Javi Martinez e Alaba, o mexicano Raul Jimenez saltou melhor e marcou aos 27 minutos, 'incendiando' a Luz, já que a eliminatória ficava igualada.

Não durou muito a ilusão, já que, aos 38, o Bayern empatou o jogo, com Arturo Vidal a fazer uma grande recarga, de primeira, depois de uma defesa apertada de Ederson.

Aos 52 minutos, Thomas Muller 'matou' a eliminatória, fazendo o 2-1 para o Bayern, se bem que o empate ainda viesse a ser conseguido de livre direto de Talisca, aos 76.

Pela quinta vez consecutiva, o Bayern chega às meias-finais da Liga dos Campeões e reparte agora o maior quinhão de favoritismo com o Real Madrid.

Lusa

  • Partidos exigem explicações sobre transferências para offshores entre 2011 e 2014

    Economia

    O PS junta-se ao PCP, o Bloco de Esquerda e o PSD no pedido para a audição urgente do antigo e o atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais sobre a falta de controlo do Fisco às transferências de dinheiro para paraísos fiscais. Em causa está a transferência de 10 mil milhões de euros para offshores. O CSD é o único partido que ainda não se pronunciou.