sicnot

Perfil

Desporto

Jonas, Adrien, João Mário, André André e Rafa candidatos a melhor do ano 2016

Jonas (Benfica), Adrien e João Mário (Sporting), André André (FC Porto) e Rafa (Sporting de Braga) são os candidatos a melhor futebolista do ano 2016 propostos pelo CNID - Associação dos Jornalistas de Desporto.

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

Em comunicado hoje divulgado, o CNID revela os nomes dos candidatos ao melhor futebolista do ano, revelação do ano e destaque da II Liga.

Nos nomeados para melhor futebolista, Jonas é líder destacado na lista de melhores marcadores do campeonato, com 30 golos, Adrien e João Mário têm estado em evidência no Sporting, segundo classificado da I Liga a dois pontos do líder Benfica, numa lista que integra ainda o portista André André e o bracarense Rafa.

Quanto à revelação do ano, Danilo (FC Porto) e Renato Sanches (Benfica), ambos já com chamadas à seleção de Fernando Santos, integram uma lista que fica completa com Diogo Jota (Paços de Ferreira), já contratado pelo Atlético de Madrid, Gelson Martins (Sporting) e o guarda-redes Miguel Silva (Vitória de Guimarães).

Quanto aos destaques da II Liga, os nomeados são André Silva, que já alinhou na equipa principal do FC Porto, Ewerton, fulcral na carreira do Portimonense, em posição de subida, Francisco Geraldes (Sporting B), Pedrinho (Freamunde) e Platiny (Feirense).

A votação decorre até 29 de abril e os vencedores, que receberão os seus prémios na Gala dos 50 Anos do CNID a 9 de Maio, na Estufa Fria, serão anunciados no dia 2 do mesmo mês.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15