sicnot

Perfil

Desporto

Fernando Alonso autorizado a correr no Grande Prémio da China de Fórmula 1

O piloto espanhol Fernando Alonso foi hoje autorizado a correr no Grande Prémio da China de Fórmula 1, depois de ter passado nos últimos exames médicos, anunciou a Federação Internacional do Automóvel (FIA).

© Hamad I Mohammed / Reuters

Fernando Alonso foi dado na quinta-feira como "provisoriamente apto" pelo corpo clínico da FIA para voltar aos comandos do seu McLaren e participar nos primeiros treinos livres do Grande Prémio da China, realizados esta manhã, desde que depois se submetesse a uma nova avaliação médica para confirmar a sua condição física.

Os responsáveis médicos da FIA e do Grande Prémio da China "consideraram que Fernando Alonso está pronto para participar em todas as provas do fim de semana", ou seja, nas restantes sessões de treinos livres, na qualificação e na corrida, no circuito de Xangai.

"Todavia, (...) em caso de qualquer sintoma anormal, o piloto foi informado que deve parar imediatamente", detalhou a FIA, num comunicado.

Alonso sofreu, no mês passado, um violento acidente no Grande Prémio da Austrália, na 17.ª volta ao circuito de Melbourne, quando tentava ultrapassar o mexicano Esteban Gutiérrez (Haas), que destruiu por completo o monolugar e obrigou à interrupção da corrida.

Esse acidente afastou-o da segunda prova do Mundial de Fórmula 1, no Bahrein.

Lusa

  • Fernando Alonso falha GP do Bahrein

    Desporto

    O espanhol Fernando Alonso (McLaren) vai falhar o Grande Prémio de Fórmula 1 do Bahrein, por razões médicas, após o violento acidente sofrido na primeira prova do Mundial, na Austrália, anunciou hoje a escuderia do piloto.

  • Fernando Alonso sobrevive a acidente a mais de 300 kms por hora
    1:58

    Desporto

    Fernando Alonso sobreviveu ileso ao acidente durante o Grande Prémio da Austrália de Fórmula 1 em que circulava a mais de 300 quilómetros por hora. Após o aparatoso desastre, o piloto espanhol saiu tranquilamente do carro. Nas redes sociais disse ter acabado de gastar uma das vidas que ainda tem.

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional.