sicnot

Perfil

Desporto

Liga italiana reduz suspensão de Higuain de quatro para tês jogos

O Comité de Apelo da Liga italiana de futebol reduziu esta sexta-feira de quatro para três o número de jogos de suspensão impostos ao avançado internacional argentino Gonzalo Higuain, do Nápoles.

CESARE ABBATE

A penalização ao melhor marcador da prova, com 30 golos, surgiu na sequência da amostragem do segundo cartão amarelo e consequente expulsão por falta sobre o defesa Felipe na derrota com a Udinese.

Mais do que a falta, o duro castigo teve a ver com a reação do futebolista, que tocou no árbitro com as duas mãos, apontou-lhe o dedo e discutiu acesamente a sua decisão, numa atitude que motivou a intervenção de vários colegas de equipa para evitar males maiores.

Na defesa foi alegado que Higuain não insultou o árbitro, apenas lhe teria dito de que a sua decisão era "vergonhosa".

Depois de ter cumprido um jogo de suspensão no desafio com o Verona, vai falhar sábado a visita ao Inter e a receção ao Bolonha na terça-feira.

No entanto, vai participar a 25 de abril no desafio com a Roma, sobre quem tem seis pontos de avanço no segundo lugar, com o primeiro, a Juventus, à distância dos mesmos seis pontos.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".