sicnot

Perfil

Desporto

Morte do lutador português lança debate sobre agressividade do MMA

Morte do lutador português lança debate sobre agressividade do MMA

O treinador do português João Carvalho promete explicações quando regressar a Portugal, mas a morte do lutador lança o debate em torno da agressividade do MMA. Alguns praticantes desta modalidade dizem tratar-se de uma fatalidade, porque todas as regras foram respeitadas, mas outros afirmam que o problema está precisamente nessas regras.

  • Derrame cerebral terá sido a causa da morte do lutador português
    1:48

    Desporto

    Um derrame cerebral terá estado na origem da morte do lutador português. A autópsia, realizada esta quarta-feira, ainda não foi revelada mas, ao que a SIC apurou, os resultados preliminares revelaram um derrame cerebral. O treinador do lutador português de MMA (artes marciais mistas) já prometeu esclarecimentos sobre o caso, quando voltar a Portugal. Entretanto, o jornalista Ben Kiely conta os pormenores do combate que vitimou João Carvalho.

  • "Rafeiro" morreu na sua primeira competição internacional
    1:19

    Desporto

    Morreu o lutador português João Carvalho que se encontrava em estado grave desde sábado. O "Rafeiro" como era conhecido na modalidade de MMA, não resistiu aos ferimentos do último combate que realizou na Irlanda e faleceu já no hospital em Dublin. Era o primeiro combate internacional de João Carvalho na modalidade de MMA.

  • Associação irlandesa quer apurar "todos os factos relevantes" no caso da morte do lutador português

    Desporto

    O atleta João "Rafeiro" Carvalho, praticante de Artes Marciais Mistas (MMA), morreu na segunda-feira à noite, num hospital de Dublin, onde deu entrada em estado crítico depois de um combate na capital irlandesa. John Kavanag, da Associação Irlandesa de Lutas Amadoras, assistiu ao combate e, segundo o site da BBC, garante que a organização que representa vai trabalhar para apurar "todos os factos relevantes" do incidente que levaram à morte do lutador português.

  • Viver em Évora
    5:11
  • Projeto piloto no Porto com o objetivo de detetar Ambliopia em crianças
    1:16

    País

    São resultados que dizem respeito apenas ao Grande Porto, mas que podem dar uma ajuda para traçar o panorama nacional: 13% das crianças que participaram num rastreio à saúde visual tiveram de ser encaminhadas para consultadas da especialidade. O projeto piloto foi implementado em quatro concelhos do norte do país, mas pode ser alargado.