sicnot

Perfil

Desporto

Expulsão de Vardy, dois penáltis e empate do líder Leicester

Uma expulsão, de Jamie Vardy, duas grandes penalidades e polémica aqueceram hoje o duelo entre o líder Leicester e o West Ham (2-2), em jogo da 34.ª jornada da liga inglesa de futebol.

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

Frente aos londrinos do West Ham, uma das melhores equipas da época e que têm Payet candidato a jogador do ano na 'Premier', o líder Leicester entrou a sofrer e esteve muito perto da desvantagem.

Um livre, logo aos dois minutos, levou a bola a tocar nos dois postes da baliza de Kasper Schmeichel, num jogo que o Leicester acabaria por assumir e estar por cima, pelo menos até à expulsão do seu melhor marcador, Vardy.

Se o West Ham tinha Payet como grande estrela, o surpreendente líder em Inglaterra tinha Vardy, Mahrez e Kanté, candidatos também a melhores do ano e seria este trio que haveria de construir o primeiro golo.

Mahrez descobriu no meio Kanté, o médio francês 'cavalgou' terreno, até servir Vardy, que, do lado esquerdo do ataque, rematou para o 1-0, aos 18 minutos, uma vantagem com que se chegaria ao intervalo.

O segundo tempo trouxe más notícias, o melhor marcador da Premier foi expulso aos 56 minutos, ao ver o segundo amarelo depois de o árbitro Jonathan Moss entender que o avançado simulou falta.

A partir daí, o West Ham, sexto, na zona europeia, tomou conta do jogo, mas foi já perto do final que deu a volta ao marcador: primeiro por Andy Carroll, aos 84 (1-1), depois num remate forte do lateral Creswell, aos 86 (1-2).

Um resultado que era muito penalizante para a equipa de Claudio Ranieri, com a agravante que não terá Vardy no próximo jogo, e ainda mais depois do árbitro, de frente para o lance, não ver logo de seguida igual falta para penálti sobre o central Huth.

Foi já nos descontos, aos 90+4, que o juiz da partida deu penálti ao Leicester, desta vez possivelmente sem falta do jogador do West Ham (Andy Carroll), mas que Ulloa marcou e fez o 2-2.

O empate acaba por ser um mal menor para a equipa de Claudio Ranieri, que poderá, no entanto, ver o vice-líder Tottenham, que visita na segunda-feira o Stoke City, diminuir a diferença para cinco pontos.

O Manchester City, com menos um jogo (cinco por disputar) e a 13 pontos, e o Arsenal, com menos dois jogos (seis por disputar) e a 14 pontos, precisariam quase de uma hecatombe dos primeiros para se colocarem na luta.

Os gunners ainda entram hoje em campo, num jogo em que recebem o Crystal Palace e podem ultrapassar o City no terceiro lugar, de acesso direto à Liga dos Campeões.

Também hoje, o Liverpool, depois de eliminar da Liga Europa o Borussia Dortmund em Anfield Road (4-3) -, venceu em casa do Bournemouth (2-1) e, com menos dois jogos, está a dois pontos do sexto lugar.

Os reds lutam ainda pela Liga Europa, nas meias-finais encontram os espanhóis do Villarreal, uma competição cujo vencedor se apura para a Liga dos Campeões.

Lusa

  • Enfermeiros dizem que suplemento de 150 € não é suficiente para acordo
    0:57

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros diz que há um avanço nas negociações com o Governo. Esta terça-feira à tarde, uma delegação do Ministério das Finanças esteve numa reunião que decorreu no Ministério da Saúde. Apesar disso, o presidente do sindicato, José Azevedo, explicou à SIC que a proposta do executivo de pagar mais 150 euros aos enfermeiros especializados não é suficiente para chegarem a acordo.

  • Guterres condena onda de violência em Myanmar
    0:43
  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC