sicnot

Perfil

Desporto

Expulsão de Vardy, dois penáltis e empate do líder Leicester

Uma expulsão, de Jamie Vardy, duas grandes penalidades e polémica aqueceram hoje o duelo entre o líder Leicester e o West Ham (2-2), em jogo da 34.ª jornada da liga inglesa de futebol.

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

© Reuters Staff / Reuters

Frente aos londrinos do West Ham, uma das melhores equipas da época e que têm Payet candidato a jogador do ano na 'Premier', o líder Leicester entrou a sofrer e esteve muito perto da desvantagem.

Um livre, logo aos dois minutos, levou a bola a tocar nos dois postes da baliza de Kasper Schmeichel, num jogo que o Leicester acabaria por assumir e estar por cima, pelo menos até à expulsão do seu melhor marcador, Vardy.

Se o West Ham tinha Payet como grande estrela, o surpreendente líder em Inglaterra tinha Vardy, Mahrez e Kanté, candidatos também a melhores do ano e seria este trio que haveria de construir o primeiro golo.

Mahrez descobriu no meio Kanté, o médio francês 'cavalgou' terreno, até servir Vardy, que, do lado esquerdo do ataque, rematou para o 1-0, aos 18 minutos, uma vantagem com que se chegaria ao intervalo.

O segundo tempo trouxe más notícias, o melhor marcador da Premier foi expulso aos 56 minutos, ao ver o segundo amarelo depois de o árbitro Jonathan Moss entender que o avançado simulou falta.

A partir daí, o West Ham, sexto, na zona europeia, tomou conta do jogo, mas foi já perto do final que deu a volta ao marcador: primeiro por Andy Carroll, aos 84 (1-1), depois num remate forte do lateral Creswell, aos 86 (1-2).

Um resultado que era muito penalizante para a equipa de Claudio Ranieri, com a agravante que não terá Vardy no próximo jogo, e ainda mais depois do árbitro, de frente para o lance, não ver logo de seguida igual falta para penálti sobre o central Huth.

Foi já nos descontos, aos 90+4, que o juiz da partida deu penálti ao Leicester, desta vez possivelmente sem falta do jogador do West Ham (Andy Carroll), mas que Ulloa marcou e fez o 2-2.

O empate acaba por ser um mal menor para a equipa de Claudio Ranieri, que poderá, no entanto, ver o vice-líder Tottenham, que visita na segunda-feira o Stoke City, diminuir a diferença para cinco pontos.

O Manchester City, com menos um jogo (cinco por disputar) e a 13 pontos, e o Arsenal, com menos dois jogos (seis por disputar) e a 14 pontos, precisariam quase de uma hecatombe dos primeiros para se colocarem na luta.

Os gunners ainda entram hoje em campo, num jogo em que recebem o Crystal Palace e podem ultrapassar o City no terceiro lugar, de acesso direto à Liga dos Campeões.

Também hoje, o Liverpool, depois de eliminar da Liga Europa o Borussia Dortmund em Anfield Road (4-3) -, venceu em casa do Bournemouth (2-1) e, com menos dois jogos, está a dois pontos do sexto lugar.

Os reds lutam ainda pela Liga Europa, nas meias-finais encontram os espanhóis do Villarreal, uma competição cujo vencedor se apura para a Liga dos Campeões.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Tomada de posse de Trump com mais medidas de segurança que o habitual
    1:43
  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.