sicnot

Perfil

Desporto

Pinto da Costa diz não ter medo de mentiras ou calúnias

Pinto da Costa diz não ter medo de mentiras ou calúnias

Pinto da Costa prepara-se para um novo mandato na presidência do Futebol Clube do Porto. Nas eleições deste domingo, não tem oposição e ao falar sobre os 34 anos na presidência do clube, o presidente dos dragões disse que tal como no primeiro dia, não tem medo de mentiras e calúnias.

  • Adeptos do FC Porto descontentes com época dos dragões
    1:24

    Desporto

    Os adeptos do FC Porto estão descontentes e incrédulos com a prestação da equipa. O presidente dos dragões Pinto da Costa já "puxou as orelhas" à equipa e prometeu mudanças para o futuro. Os maus resultados desportivos coincidem com as eleições no clube, que se realizam no próximo domingo.

  • Peseiro revela que Pinto da Costa pediu à equipa para jogar à FC Porto
    1:09

    Desporto

    Pinto da Costa disse ontem numa entrevista que a época acabou. Contudo, José Peseiro esclareceu que não foi essa a mensagem que o presidente do FC Porto passou à equipa. O treinador revelou que Pinto da Costa realçou que "temos de reagir e jogar à FC Porto". José Peseiro, na antevisão do jogo com o Paços de Ferreira, disse ainda que a equipa tem de melhorar a qualidade de jogo, os níveis de confiança e a capacidade psicológica.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.