sicnot

Perfil

Desporto

Rafael Nadal comemora centésima final da carreira com vitória em Monte Carlo

O tenista espanhol Rafael Nadal, quinto do ranking mundial, conquistou este domingo pela nona vez na sua carreira o torneio Masters 1000 de Monte Carlo, ao bater na final o francês Gaël Monfils, em três sets.

© Eric Gaillard / Reuters

Nadal, que venceu em Monte Carlo de forma consecutiva de 2005 a 2012, regressa assim, três épocas depois, ao triunfo num torneio em que foi rei, naquela que foi também a 100.ª final da sua carreira no circuito ATP.

O tenista maiorquino, que não vencia um grande torneio desde Roland Garros, em 2014, precisou de três sets para vencer Monfils, 16.º da hierarquia mundial e primeiro finalista gaulês desde Cédric Pioline (2000), por 7-5, 5-7 e 6-0.

Em dez finais disputadas em Monte Carlo, Nadal perdeu apenas em 2013, então frente a Novak Djokovic.

Na sua centésima e depois de cair este ano em Doha, Open da Austrália, Buenos Aires, Rio de Janeiro, Indian Wells e Miami, Nadal conquistou o 68.º título do seu palmarés, dois anos após o seu último Masters 1000 (em Madrid, em 2014).

Um título que lhe permite igualar o número de Masters 1000 de Djokovic (28), e situar-se a uma vitória do recorde do argentino Guillermo Vilas no que diz respeito a conquistas em terra batida (49).

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.