sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Manchester City justifica insucesso na Liga com contratação de Guardiola

O treinador do Manchester City, Manuel Pellegrini, apontou hoje o anúncio da contratação de Pep Guardiola para a próxima época como responsável pelas derrotas na Liga inglesa de futebol, impedindo os "citizens" de estarem na luta pelo título.

© Reuters Staff / Reuters

"Por diversas razões, perdemos encontros importantes em fevereiro. No início desse mês, anunciou-se a minha saída e a contratação de outro técnico. Isso afetou os futebolistas e, para mim, as duas derrotas que aí sofremos impedem-nos agora de estar na discussão pelo título", lamentou Pellegrini, à Sky Sports, valorando o papel dos desaires de início de fevereiro, diante dos dois primeiros classificados, Leicester City (3-1) e Tottenham (2-1).

O Manchester City venceu o Chelsea em Stamford Bridge, por 3-0, e ascendeu ao terceiro posto, a cinco pontos do Tottenham e a 13 do líder improvável Leicester City. Mesmo com menos um jogo, o City teria de vencer todas as partidas e esperar que a equipa de Claudio Ranieri não vencesse nenhum dos quatro jogos que restam.

Por esse motivo, o técnico chileno, que cumpre a última de três épocas de contrato depois de ter vencido o campeonato em 2013/14, na estreia em Inglaterra, foca atenções nas meias-finais da Liga dos Campeões (26 abril e 04 de maio), diante do Real Madrid, naquela que é a melhor campanha europeia da história da equipa inglesa.

"Para os jogadores não é fácil quando leem nos jornais todas as mudanças para a próxima época. Contudo, este plantel tem mostrado caráter e se continuarmos assim, estou convencido de que podemos estar na final", comentou o chileno.

Depois de bater o Liverpool na final da Taça da Liga inglesa na marcação de grandes penalidades e confirmada a ida de Guardiola para Manchester, Pellegrini tem na Champions a oportunidade de sair da cidade inglesa com mais um troféu conquistado.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.