sicnot

Perfil

Desporto

Telma Monteiro admite que medalha é objetivo nos Jogos Olímpicos

A judoca Telma Monteiro garantiu hoje que está a recuperar bem da operação ao joelho esquerdo, admitindo que a conquista de uma medalha nos Jogos Olímpicos Rio2016 faz parte dos seus planos.

Arquivo

Arquivo

© Rafael Marchante / Reuters

"Tenho os meus objetivos, os meus sonhos. É óbvio que uma atleta que já conquistou tantas coisas, como eu já conquistei, tem sempre uma medalha nos seus planos", disse Telma Monteiro.

A judoca, que há dois meses foi operada ao ligamento lateral interno do joelho esquerdo, explicou que já está a fazer trabalho de ginásio, mas que "ainda falta algumas semanas para integrar o treino de judo".

Telma Monteiro manifestou-se esperançada em ainda conseguir competir ao mais alto nível antes do Jogos Olímpicos Rio2016, que irão decorrer entre 5 e 21 de agosto.

A judoca já esteve em três Jogos Olímpicos - em Atenas2004 (9.ª classificada),em Pequim2008 (9.ª) e em Londres2012 (17.ª) -, ficando sempre aquém do seu estatuto de judoca de topo na hierarquia mundial.

Já Rui Bragança, que vai estrear-se em Jogos Olímpicos, admitiu que é muito difícil prever o que vai acontecer no torneio de taekwondo -58 kg "no qual estarão presentes os 16 melhores do mundo".

"Os combates são sempre imprevisíveis. O que quero é chegar lá bem preparado. Os dois últimos anos foram muito duros em termos de preparação", afirmou o atleta, que em julho conquistou a medalha de ouro nos Jogos Europeus, que decorreram em Baku.

Os dois atletas falavam à margem da conferência "Alto rendimento desportivo, projeto olímpico e paralímpico Rio 2016 e desafios para os próximos ciclos olímpicos", que decorreu em Lisboa.

Lusa

  • A história de João Ricardo
    10:37
  • Parceiros sociais começam hoje debate sobre salário mínimo

    Economia

    Os parceiros sociais reúnem-se hoje com o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, para iniciarem a discussão sobre a atualização do salário mínimo para o próximo ano, com as centrais sindicais e confederações patronais a assumirem posições divergentes.Em cima da mesa estarão as propostas das centrais sindicais, com a CGTP a exigir 600 euros a partir de janeiro de 2018 e a UGT a reivindicar 585 euros como ponto de partida para a negociação.

  • Os 72 golos de mais uma noite de Liga Europa

    Liga Europa

    Os 16 avos-de-final da Liga Europa começam a ganhar forma. São já 16 as equipas apuradas para a próxima fase da competição, entre elas o Sporting de Braga, que somou mais uma vitória. Em sentido inverso, o Vitória de Guimarães saiu derrotado de Salzburgo e ficou mais longe da qualificação. A 5.ª jornada da fase de grupos jogou-se esta quinta-feira e ao todo marcaram-se 72 golos. Estão todos aqui, para ver ou rever.

  • "No fim, logo se vê" se foram quatro anos de uma legislatura perdida
    1:28

    País

    Pedro Passos Coelho acusa o Governo de perder uma legislatura. O presidente do PSD diz que "no fim, logo se vê" se foram ou não quatro anos de oportunidade perdida para o país. No último Conselho Nacional antes das eleições diretas do partido, Passos acusou o Executivo de perder o rumo e apontou os casos do Infarmed e do aumento do preço da água como exemplos de desorientação.

  • Marcelo apoia novo Mecanismo Europeu de Proteção Civil
    0:44

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa considera o novo Mecanismo de Proteção Civil uma ideia muito boa, que tem todo o apoio do Governo e do Presidente da República. Marcelo apenas lamenta que o modelo não existisse durante os incêndios deste ano.