sicnot

Perfil

Desporto

"Tudo vai bem" na relação de Spalletti com Totti depois de alegados confrontos no domingo

O treinador da Roma disse esta terça-feira que esclareceu os diferendos com o futebolista Francesco Totti, respondendo aos alegados confrontos entre ambos após o empate 3-3 no terreno da Atalanta, carimbado justamente pelo capitão de equipa.

© Rafael Marchante / Reuters

"Entre mim e Totti, tudo vai bem. Reunimos na terça-feira e ficou tudo esclarecido", garantiu Luciano Spalletti na antevisão ao jogo frente ao Torino, de quarta-feira, a contar para a 34.ª jornada do campeonato italiano.

No domingo, a Roma até esteve a vencer por 2-0, mas a Atalanta 'virou' o marcador. Só que Francesco Totti, habitualmente suplente com Spalletti, entrou em campo aos 78 minutos e empatou o jogo aos 86, somando o seu segundo golo no campeonato, de longe o seu pior pecúlio na carreira.

Spalletti desvalorizou a importância de Totti para o desfecho do encontro e a imprensa italiana adiantou que existiu uma discussão entre treinador e jogador, com confrontos físicos à mistura no final do jogo.

Já hoje, o treinador alinhou no discurso dos diretores romanos que têm expressado apoio ao capitão de equipa, que chegou, inclusivamente, ao pódio dos atletas com mais jogos na liga italiana (595), atrás de Paolo Maldini (646) e Javier Zanetti (619), naquela que é a 24.ª temporada ao serviço dos 'giallorossi'.

"Totti faz parte da história da Roma. Gostava de contratar mais quatro ou cinco jogadores porque precisamos disso para ter uma equipa mais forte. Mas tenho que conseguir arranjar alternativas para conseguir gerir o jogo", concretizou Spaletti, voltando a apontar a má condição física do jogador.

Francesco Totti termina contrato em junho e, mesmo dizendo que pretende prosseguir carreira na Roma, não recebeu qualquer proposta de renovação.

Lusa

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.