sicnot

Perfil

Desporto

Tondela vai contestar castigo aplicado a Petit

O presidente do Tondela, Gilberto Coimbra, avançou hoje que o departamento jurídico do clube vai contestar a suspensão de 25 dias que o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) aplicou ao treinador Petit.

"É uma injustiça e é no mínimo ridícula esta decisão! Já não há nada a fazer quanto ao jogo, já acabou, mas quanto ao castigo não posso concordar com ele: não pode haver dois pesos e duas medidas, comparando com outros treinadores que são mais do que reincidentes", referiu.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol aplicou, na segunda-feira, ao treinador do Tondela uma suspensão de 25 dias e uma multa de 1.530 euros, por ter sido excluído do jogo com o Sporting de Braga (3-0).

Em conferência de imprensa, o presidente do Tondela apontou o dedo ao árbitro da partida de Braga, Tiago Antunes, por ter induzido em erro o conselho disciplinar, deturpando o que se terá passado na partida da 30.ª jornada da I Liga de futebol.

"É bom que se saiba e as imagens também o dizem, basta vê-las e ler os lábios daquilo que o Petit diz. Diz [o árbitro] que o Petit gesticulou tremendamente, com palavras cheias de ofensas ao quarto árbitro, quando ele nem chega a tirar as mãos dos bolsos", sustentou.

Gilberto Coimbra admitiu que tem consciência que o Tondela não tem o peso de outros clubes como Benfica, Sporting, FC Porto ou Braga, no entanto, exige o mesmo tratamento em termos legais.

"O senhor doutor Pedro Proença já tinha dito que está a pensar tomar posição sobre a vergonha que o nosso futebol está a passar, sobretudo naquilo que se diz todos os dias, com insultos do dirigismo. O senhor doutor Pedro Proença tem de ter muito cuidado, em saber por ordem e mão nisto enquanto é tempo, para que clubes como o Tondela ou do mesmo nível sejam tratados de igual forma relativamente a outros", acrescentou.

Gilberto Coimbra aludiu ainda ao facto de ter sido nomeado um árbitro da Associação de Futebol de Coimbra para a partida de Braga.

"Neste caso não culpo diretamente o senhor árbitro Tiago Antunes, porque competia ao Conselho de Arbitragem saber que árbitro iria nomear para o jogo do Tondela, tendo em conta a própria classificação", evidenciou.

O presidente dos 'auriverdes' mostrou-se "arrependidíssimo" de não ter falado sobre esta nomeação antes da partida.

"Eventualmente não estaria aqui a discutir as falhas se o árbitro fosse de Braga, Viana ou Algarve. O que é certo é que é de Coimbra e se foi por falha ou não, só ele saberá", concluiu.

Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC