sicnot

Perfil

Desporto

Tondela vai contestar castigo aplicado a Petit

O presidente do Tondela, Gilberto Coimbra, avançou hoje que o departamento jurídico do clube vai contestar a suspensão de 25 dias que o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) aplicou ao treinador Petit.

"É uma injustiça e é no mínimo ridícula esta decisão! Já não há nada a fazer quanto ao jogo, já acabou, mas quanto ao castigo não posso concordar com ele: não pode haver dois pesos e duas medidas, comparando com outros treinadores que são mais do que reincidentes", referiu.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol aplicou, na segunda-feira, ao treinador do Tondela uma suspensão de 25 dias e uma multa de 1.530 euros, por ter sido excluído do jogo com o Sporting de Braga (3-0).

Em conferência de imprensa, o presidente do Tondela apontou o dedo ao árbitro da partida de Braga, Tiago Antunes, por ter induzido em erro o conselho disciplinar, deturpando o que se terá passado na partida da 30.ª jornada da I Liga de futebol.

"É bom que se saiba e as imagens também o dizem, basta vê-las e ler os lábios daquilo que o Petit diz. Diz [o árbitro] que o Petit gesticulou tremendamente, com palavras cheias de ofensas ao quarto árbitro, quando ele nem chega a tirar as mãos dos bolsos", sustentou.

Gilberto Coimbra admitiu que tem consciência que o Tondela não tem o peso de outros clubes como Benfica, Sporting, FC Porto ou Braga, no entanto, exige o mesmo tratamento em termos legais.

"O senhor doutor Pedro Proença já tinha dito que está a pensar tomar posição sobre a vergonha que o nosso futebol está a passar, sobretudo naquilo que se diz todos os dias, com insultos do dirigismo. O senhor doutor Pedro Proença tem de ter muito cuidado, em saber por ordem e mão nisto enquanto é tempo, para que clubes como o Tondela ou do mesmo nível sejam tratados de igual forma relativamente a outros", acrescentou.

Gilberto Coimbra aludiu ainda ao facto de ter sido nomeado um árbitro da Associação de Futebol de Coimbra para a partida de Braga.

"Neste caso não culpo diretamente o senhor árbitro Tiago Antunes, porque competia ao Conselho de Arbitragem saber que árbitro iria nomear para o jogo do Tondela, tendo em conta a própria classificação", evidenciou.

O presidente dos 'auriverdes' mostrou-se "arrependidíssimo" de não ter falado sobre esta nomeação antes da partida.

"Eventualmente não estaria aqui a discutir as falhas se o árbitro fosse de Braga, Viana ou Algarve. O que é certo é que é de Coimbra e se foi por falha ou não, só ele saberá", concluiu.

Lusa

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.