sicnot

Perfil

Desporto

Boavista luta pela manutenção na abertura da 31ª jornada com o Belenenses

O Boavista, em zona de risco, recebe hoje o Belenenses, em jogo da 31.ª jornada da I Liga de futebol, no qual os axadrezados esperam continuar a depender de si próprios para se manterem no principal escalão.

Lusa

Com o Belenenses, que venceu por 1-0 na primeira volta no Restelo, praticamente a salvo, é o Boavista que encara as quatro últimas jornadas à procura dos pontos da salvação e quando está dois pontos acima da "linha de água".

Os boavisteiros (15.ºs) somam os mesmos 26 pontos que o União da Madeira (16.º) e têm mais dois que a Académica (17.ª, 24) e seis do que o Tondela (18.º, 20), os dois emblemas que estão na zona de despromoção.

Para o jogo de hoje, no Estádio do Bessa a partir das 20:30, o técnico do Boavista, Erwin Sanchez, lembrou a importância do mesmo e que "o Boavista tem que fazer a sua parte" e não esperar pelos outros.

Já o treinador do Belenenses, Júlio Velázquez, pediu "paixão" à sua equipa que já garantiu a manutenção.

A 31.ª jornada terá ainda, no domingo, uma visita de risco do líder Benfica ao Rio Ave (sexto classificado), enquanto o vice-líder Sporting, a dois pontos, entra em campo no sábado, dia em que recebe o União da Madeira (18:30).

O FC Porto jogará também no sábado, com uma visita à Académica, em jogo com início às 16:15, em Coimbra.

Com Lusa

  • "Vai ser uma batalha forte e dura"
    2:51
  • A tática dos 3 Rs de Carlos Queiroz
    1:58
  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02