sicnot

Perfil

Desporto

Jorge Jesus considera legal golo de Slimani frente ao Moreirense

Jorge Jesus considerou hoje legal o golo de Slimani frente ao Moreirense, criticando a nota dada ao árbitro assistente nesse encontro da I Liga de futebol e justificou a sua expulsão como exagero de poder por parte dos árbitros.

OCTAVIO PASSOS

Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro entre o Sporting e o União da Madeira, da 31.ª jornada da I Liga de futebol, o treinador do Sporting considerou uma decisão "de muita categoria" a validação do golo de Slimani em Moreira de Cónegos.

"O observador do jogo deu nota negativa ao assistente com o Moreirense, foi uma decisão de muita categoria. O auxiliar está na linha do último jogador e quando a dinâmica do jogo é desenvolvida, ele não pode estar na linha da bola. O observador tem de perceber, não há nenhum auxiliar que esteja na linha do jogador e quando a bola vai na frente esteja lá. Ele tinha de ter asas e voar, isto não é 'playstation'", afirmou.

O técnico, que se fez acompanhar de imagens projetadas, considerou que, se a decisão tive sido tomada num jogo da UEFA, o "auxiliar teria nota positiva".

"Este auxiliar foi penalizado numa situação onde esteve bem, é difícil ter uma certeza absoluta. É um golo legal e parabéns ao auxiliar. Se fosse na UEFA este auxiliar tinha uma nota positiva. Parabéns pela coragem em decidir este lance. Este observador devia ir para casa", vincou.

O treinador também se fez acompanhar de imagens para se defender da expulsão que foi alvo por parte de Bruno Paixão, considerando que os árbitros estão a "exagerar".

"É a terceira vez que sou expulso esta época, os árbitros estão a exagerar no poder que têm, porque estão a expulsar não só o Jorge Jesus mas também os meus colegas, a maioria das vezes por tudo e por nada, a minha expulsão foi isso. O treinador também faz parte do espetáculo, deve-se olhar mais para isso e ter mais respeito. Os árbitros mostram autoridade nos jogos tanto para os jogadores como treinadores, não é pelo cartão, é pela qualidade", concluiu.

Lusa

  • Jorge Jesus multado em 192 euros

    Desporto

    O treinador do Sporting, Jorge Jesus, foi hoje punido com uma multa de 192 euros pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), mas poderá sentar-se no banco frente ao União da Madeira.

  • Raul José diz que expulsão de Jesus é inexplicável
    0:34

    Desporto

    O treinador-adjunto do Sporting criticou a expulsão de Jorge Jesus no jogo de ontem, frente ao Moreirense. Raul José realçou a vitória dos leões, na sala de imprensa, no final do encontro. Por seu turno, o treinador do Moreirense lamentou o único golo sofrido e comenta ainda que Slimani estava fora de jogo.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.