sicnot

Perfil

Desporto

Gastão Elias conquista challenger de Turim em ténis

O tenista português Gastão Elias, número 117 do ranking mundial, venceu hoje o challenger de Turim, ao derrotar na final o espanhol Enrique Lopez-Perez, no lugar 300 da hierarquia, em três sets.

(Arquivo)

(Arquivo)

Lusa

Para conquistar o seu quinto título no circuito challenger, segundo escalão do circuito, o número dois nacional teve de dar a volta a um marcador desfavorável, impondo-se por 3-6, 6-4 e 6-2, em duas horas e 17 minutos.

Mostrando, mais uma vez, que está a tornar-se num verdadeiro especialista em reviravoltas, o atual 117.º jogador mundial superou as dificuldades que o vento lhe causou e, no derradeiro parcial, encarreirou cinco jogos consecutivos para conquistar o encontro e, consequentemente, o seu primeiro título do ano no torneio italiano.

A atravessar um dos melhores momentos da sua carreira, Elias vai chegar ao Estoril Open, onde já tinha entrado diretamente para o quadro de singulares pela primeira vez na sua carreira, dentro do top 100 mundial, um sonho que vê cumprido aos 25 anos.

Com a vitória de hoje, Gastão Elias passa a contar com cinco troféus, todos da categoria challenger, depois de Guaiaquil (Equador) e Lima (Peru) conquistados em duas semanas consecutivas no final de 2015, Santos (2013) e Rio de Janeiro (2012).

O jovem da Lourinhã, radicado na Flórida, que tinha como melhor classificação até hoje o seu 103.º posto, alcançado em 2013, junta-se a João Sousa (34.º) no top 100 mundial.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.