sicnot

Perfil

Desporto

Ciclista José Gonçalves é segundo em etapa da Volta à Turquia

O português José Gonçalves (Caja Rural) foi hoje segundo classificado na segunda etapa da Volta à Turquia em bicicleta, uma tirada com partida e chegada em Capadócia e vitória do seu colega de equipa Pello Bilbao.

Arquivo

Arquivo

JOSE COELHO

O espanhol cumpriu os 154 quilómetros do percurso em 4:18.51 horas, mas falhou o objetivo de destronar o polaco Przemylav Niemec (Lampre-Merida), que terminou em quarto, a 10 segundos, e manteve a liderança da prova, agora com seis segundos de avanço sobre Bilbao e 11 sobre José Gonçalves.

O português terminou a etapa também a 10 segundos do vencedor, à frente do italiano Mauro Finetto (Unieuro Wilier) e de Niemec, enquanto o compatriota e colega Ricardo Vilela foi sexto, a 13 segundos, e segue na sétima posição da geral, a 19 segundos do polaco.

Depois terem acelerado a corrida a cerca de 40 quilómetros do final, formando um grupo 15 unidades na frente, a Caja Rural lançou Ricardo Vilela na última das cinco subidas do dia para obrigar a equipa do líder a trabalhar. O português foi alcançado, mas o contra-ataque de Bilbao, a três quilómetros da meta, já não obteve resposta da Lampre.

O outro português em prova, Domingos Gonçalves, irmão de José, também da Caja Rural, concluiu a tirada em 32.º, a 7.32 minutos, e ocupa a 27.ª posição da Geral, a 7.58.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.