sicnot

Perfil

Desporto

Juventus sagra-se pentacampeã italiana de futebol

A Juventus sagrou-se hoje pentacampeã italiana de futebol, face ao desaire sofrido pelo Nápoles, segundo classificado, no reduto da Roma (0-1), na 35.ª jornada da 'Serie A'.

© Stefano Rellandini / Reuters

A três jornadas do final, a 'Juve', que repetiu os cinco títulos conquistados entre 1930/31 e 1934/35, passou a contar 85 pontos, contra 73 dos napolitanos, derrotados por um tento do belga Radja Nainggolan, aos 89 minutos.

No historial da prova, a formação de Turim consolidou ainda mais a liderança, ostentando agora 32 troféus, contra os 18 de Inter de Milão e AC Milan.

Roma vence Nápoles e entrega 'penta' à Juventus

A Roma venceu hoje o Nápoles, por 1-0, em jogo referente à 35.ª jornada da Liga italiana de futebol, permitindo à Juventus festejar a conquista do 'penta' campeonato.

O belga Radja Nainggolan, aos 89 minutos, foi o autor do golo da Roma, que além de 'entregar' a conquista do campeonato à Juventus, com três jornadas por disputar, reentra na luta pelo segundo lugar do.

Com esta vitória, a Roma, que ocupa a terceira posição, encurtou para apenas dois pontos a diferença que a separa do segundo lugar ocupado pelo Nápoles, numa altura em que faltam ainda disputar três jornadas.

Numa partida marcada pelo equilíbrio, pertenceram aos napolitanos as melhores oportunidades de golo, com destaque para as três tentativas do belga Dries Mertens, através de remates de longe, que falharam, contudo, no que toca a pontaria.

A Roma foi obrigada a operar cedo duas substituições por lesão, tendo o grego Konstantinos Manolas, aos 21 minutos, e Alessandro Florenzi, aos 46, cedido os seus lugares ao bósnio Ervin Zukanovic e ao brasileiro Maicon, respetivamente.

Maicon trouxe alguma dinâmica ao lado direito da Roma, com sucessivos cruzamentos para a área do Nápoles, mas foi também o experiente jogador brasileiro que permitiu, aos 72 minutos, uma oportunidade flagrante de golo para o Nápoles, resolvida a custo pelo guarda-redes polaco Szcsesny.

Aos 83 minutos, o Nápoles dispôs de nova oportunidade para chegar ao golo, após uma intervenção deficiente de Szcsesny, apertado pelo argentino Gonzalo Higuaín.

Valeu na altura a intervenção de risco do alemão António Rüdigen que, antecipando-se ao eslovaco Marek Hamsik, que 'enchia o pé' em posição frontal dentro da área da Roma, cedeu canto.

Com o encontro a caminhar para o seu termo e numa altura em que o 'imperador' Francesco Totti já se encontrava em campo, a Roma chegou ao golo pelo belga Radja Nainggolan, aos 89 minutos, que deu o melhor seguimento a uma jornada coletiva ao primeiro toque.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.