sicnot

Perfil

Desporto

Juventus sagra-se pentacampeã italiana de futebol

A Juventus sagrou-se hoje pentacampeã italiana de futebol, face ao desaire sofrido pelo Nápoles, segundo classificado, no reduto da Roma (0-1), na 35.ª jornada da 'Serie A'.

© Stefano Rellandini / Reuters

A três jornadas do final, a 'Juve', que repetiu os cinco títulos conquistados entre 1930/31 e 1934/35, passou a contar 85 pontos, contra 73 dos napolitanos, derrotados por um tento do belga Radja Nainggolan, aos 89 minutos.

No historial da prova, a formação de Turim consolidou ainda mais a liderança, ostentando agora 32 troféus, contra os 18 de Inter de Milão e AC Milan.

Roma vence Nápoles e entrega 'penta' à Juventus

A Roma venceu hoje o Nápoles, por 1-0, em jogo referente à 35.ª jornada da Liga italiana de futebol, permitindo à Juventus festejar a conquista do 'penta' campeonato.

O belga Radja Nainggolan, aos 89 minutos, foi o autor do golo da Roma, que além de 'entregar' a conquista do campeonato à Juventus, com três jornadas por disputar, reentra na luta pelo segundo lugar do.

Com esta vitória, a Roma, que ocupa a terceira posição, encurtou para apenas dois pontos a diferença que a separa do segundo lugar ocupado pelo Nápoles, numa altura em que faltam ainda disputar três jornadas.

Numa partida marcada pelo equilíbrio, pertenceram aos napolitanos as melhores oportunidades de golo, com destaque para as três tentativas do belga Dries Mertens, através de remates de longe, que falharam, contudo, no que toca a pontaria.

A Roma foi obrigada a operar cedo duas substituições por lesão, tendo o grego Konstantinos Manolas, aos 21 minutos, e Alessandro Florenzi, aos 46, cedido os seus lugares ao bósnio Ervin Zukanovic e ao brasileiro Maicon, respetivamente.

Maicon trouxe alguma dinâmica ao lado direito da Roma, com sucessivos cruzamentos para a área do Nápoles, mas foi também o experiente jogador brasileiro que permitiu, aos 72 minutos, uma oportunidade flagrante de golo para o Nápoles, resolvida a custo pelo guarda-redes polaco Szcsesny.

Aos 83 minutos, o Nápoles dispôs de nova oportunidade para chegar ao golo, após uma intervenção deficiente de Szcsesny, apertado pelo argentino Gonzalo Higuaín.

Valeu na altura a intervenção de risco do alemão António Rüdigen que, antecipando-se ao eslovaco Marek Hamsik, que 'enchia o pé' em posição frontal dentro da área da Roma, cedeu canto.

Com o encontro a caminhar para o seu termo e numa altura em que o 'imperador' Francesco Totti já se encontrava em campo, a Roma chegou ao golo pelo belga Radja Nainggolan, aos 89 minutos, que deu o melhor seguimento a uma jornada coletiva ao primeiro toque.

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32