sicnot

Perfil

Desporto

Dakar2017 começa no Paraguai, atravessa a Bolívia e termina na Argentina

A edição de 2017 do Rali Dakar vai começar em Assunção, no Paraguai, e decorrerá de 2 a 14 de janeiro, com 12 etapas e cerca de 9.000 quilómetros, anunciaram hoje os promotores da prova de todo-o-terreno.

Franck Fife

Pelo nono ano a decorrer na América do Sul, depois de se ter afirmado em África como um dos mais importantes ralis do mundo, o Dakar2017 terá classificativas no Paraguai, Bolívia e Argentina.

Após a realização de uma única etapa de abertura no Paraguai, a caravana ruma à Bolívia, para realizar cinco classificativas, que incluem a passagem por La Paz, situada a 3.500 metros de altitude.

Segue-se a Argentina, que receberá a última semana da prova, com a caravana de automóveis, motos e camiões a atravessar a Cordilheira dos Andes até à meta instalada, uma vez mais, em Buenos Aires.

"A passagem pela Bolívia trará uma nova dimensão a esta 39.ª edição, dado que terá cinco etapas ao longo das margens do Lago Titicaca e um dia de descanso na capital mais alta do mundo, La Paz", refere o diretor da prova, Etienne Lavigne.

A parte final da prova, onde se perfilarão os candidatos a suceder ao francês Stephane Peterhansel, nos carros, e ao australiano Toby Price, nas motos, será disputada numa linha diagonal através da Argentina até Buenos Aires.

Lusa

  • Fogo na baixa do Porto provoca quatro feridos, dois em estado grave
    1:38

    New Articles

    Um incêndio em três habitações na baixa do Porto, que deflagrou esta noite, provocou quatro feridos, dois em estado grave. O fogo que foi extinto pelos Bombeiros Sapadores do Porto causou cinco desalojados, dos quais quatro foram acolhidos por familiares e um realojado pela junta de freguesia. Desconhece-se a origem das chamas que destruíram três casas.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.