sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa é único português no Estoril Open após eliminação de Gastão Elias

O tenista luso Gastão Elias foi hoje eliminado na segunda ronda do Estoril Open, ao ser derrotado frente ao francês Paul-Henri Mathieu (6-3, 6-4), ficando João Sousa, que ainda não jogou, como único português em prova.

MADE NAGI

Frente ao número 59.º do ranking mundial, Gastão Elias admitiu que a qualidade do adversário fez a diferença e revelou não ter dado o seu melhor ténis.

"Comecei um pouco tenso. Ele do início ao fim esteve muito consistente e não me deu oportunidades. Basicamente, ele jogou muito bem e eu não joguei o meu melhor", lamentou.

No primeiro encontro do dia, o britânico Kyle Edmund confirmou o favoritismo ao derrotar o espanhol Daniel Gimeno-Traver (6-3 e 7-7), ao fim de uma hora e 30 minutos.

O espanhol Inigo Cervantes, número 57.º da hierarquia mundial, levou a melhor sobre o compatriota Daniel Munoz de La Nava, com uma vitória fácil pelos parciais 6-4, 6-1.

Já o canadiano Steven Diez, proveniente da fase de qualificação, não apresentou argumentos para derrotar o nipónico Taro Daniel, perdendo por 7-5, 6-1, após uma hora e 34 minutos de jogo.

Na partida que opôs Benjamin Becker e Rogério Dutra Silva, o brasileiro não teve dificuldades em impor-se frente ao germânico, triunfando pelos parciais 6-4, 6-1.

O espanhol Guilhermo Garcia-Lopez, quinto cabeça de série e semifinalista na última edição do torneio luso, apenas tremeu um pouco no segundo set frente ao alemão Michael Berrer, levando a melhor pelos parciais 6-3, 7-6, no encontro mais longo do dia.

Com entrada no quadro principal, depois de ultrapassar a fase de qualificação, o sueco Elias Ymer, de 20 anos, deu luta a Paolo Lorenzi, mas não foi capaz de contrariar a experiência do italiano, que venceu por 7-6, 6-3.

Em pares, a dupla portuguesa Frederico Gil e Felipe Cunha Silva até ganhou o segundo set, mas os norte-americanos Eric Butorac e Scott Lipsky acabaram por triunfar no super tie-break, vencendo por 6-4, 7-6, 10-6.

No outro embate de pares masculinos, o tenista luso Frederico Silva, que fez dupla com o britânico Kyle Edmund, venceu os suecos Johan Brunstrom e Andreas Siljestrom, ao fim de uma hora e 34 minutos, por 6-5, 6-3, 10-6.

Os croatas Borna Coric e Franko Skugor apresentaram-se mais fortes e venceram (7-5, 6-4, 10-8) a dupla composta por Roberto Maytin e Miguel Angel Reyes-Varela, numa partida muito equilibrada e disputada ponto a ponto.

Lusa

  • "Temos de jogar melhor do que frente à Espanha"
    0:45
  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • Os momentos que marcaram o 6.º dia de Mundial
    0:58
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11

    Mundo

    A nova política de imigração de Donald Trump está a suscitar reações indignadas. Na fronteira com o México, as crianças refugiadas estão a ser retiradas à força aos pais e levadas para centros de acolhimento. Esta terça-feira, foi divulgado um registo áudio de uma criança a suplicar pelos pais a um dos agentes da polícia fronteiriça.

  • Protecionismo de Trump abala Wall Street

    Economia

    Abalada pela exacerbação das disputas comerciais entre os EUA e a China, a bolsa nova-iorquina encerrou esta terça-feira em baixa, com o seletivo Dow Jones a fechar em queda pela sexta sessão consecutiva.