sicnot

Perfil

Desporto

Três responsáveis do Dínamo Zagreb acusados de delitos fiscais

O Ministério Público croata acusou hoje de delitos fiscais três responsáveis do Dinamo Zagreb, entre os quais Zoran Mamic, o atual treinador da equipa, na qual alinham três futebolistas portugueses.

Zoran Mamic, o atual treinador da equipa, está entre os três acusados pelo Ministério Público croata por delitos fiscais

Zoran Mamic, o atual treinador da equipa, está entre os três acusados pelo Ministério Público croata por delitos fiscais

© Antonio Bronic / Reuters

Além de Zoran Mamic, foram acusados Zdravko Mamic, seu irmão e antigo presidente do clube, Damir Vrbanovic, antigo diretor da formação de Zagreb e atual diretor executivo da Federação Croata de Futebol, e um funcionário das finanças.

Segundo a acusação, hoje divulgada, os quatro homens lesaram o clube em 15 milhões de euros, cometeram uma evasão fiscal no valor de 1,6 milhões.

Zdravko Mamic demitiu-se em fevereiro da presidência do Dinamo Zagreb e encontra-se em liberdade condicional depois de ter pagado duas fianças milionárias, relativas a investigações anteriores.

O ministério público acusa Zdravko Mamic de se ter apropriado ilegalmente de sete milhões de euros do clube, enquanto o seu irmão é suspeito de ter desviado uma verba de cinco milhões.

Os acusados são responsabilizados, entre outras, de transferências ilegais de dinheiro para paraísos fiscais, relacionadas com as vendas dos futebolistas Luka Modric, para o Tottenham, em 2008, e de Mateo Kovacic, para o Inter Milão em 2013.

No Dínamo Zagreb, que lidera a liga croata de futebol, alinham três jogadores portugueses: o guarda-redes Eduardo, o defesa Gonçalo e o médio Paulo Machado.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.