sicnot

Perfil

Desporto

Adrien Silva garante que existe uma tensão "normal" para o clássico com FC Porto

O médio português Adrien Silva assegurou hoje que Sporting não sente mais tensão para defrontar o FC Porto, no sábado, na 32.ª e antepenúltima jornada da I Liga de futebol.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Reuters Staff / Reuters

"É uma semana como as outras. Existe sempre tensão para os jogos, mas na altura do campeonato em que estamos não importa se é clássico ou não. Essa pressão está presente em todos os jogos", disse o internacional português numa conversa à margem no evento Estoril Open.

O médio dos leões frisou que a vida não é só futebol, sublinhando que "dá sempre para fazer outras coisas e é importante ver outras modalidades".

Questionado sobre o sucesso do tenista português João Sousa no torneio luso, Adrien manifestou ser adepto das suas qualidades, acreditando numa boa prestação do número 34 do ranking mundial.

"Tem vindo a fazer grandes resultados em todos os torneios em que se tem apresentado e espero que faça um bom resultado perante o público português. Estou aqui a apoiá-lo e de certeza que está motivado", afirmou.

Em tom de brincadeira, Adrien disse que "seria envergonhado, mas (um momento) interessante", caso disputasse um encontro de ténis com João Sousa.

Lusa

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.