sicnot

Perfil

Desporto

Diego Simeone foi suspenso por três jogos e arrisca falhar o resto da Liga

O treinador do Atlético Madrid, Diego Simeone, foi suspenso por três jogos e estará afastado do banco dos "colchoneros" nos últimos três jogos da Liga espanhola, anunciou hoje o Comité de Competição da Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

© Albert Gea / Reuters

Esta suspensão é ainda passível de recurso, podendo o clube madrileno contestar a decisão.

O árbitro Mateu Lahoz escreveu no relatório do jogo entre Atlético de Madrid e Málaga, vencido pela equipa madrilena, por 1-0, que uma bola tinha sido arremessada para o campo de forma intencional, para travar um contra-ataque perigoso do Málaga, mesmo no final da primeira parte, quando o resultado estava ainda em 'branco'.

Sem conseguir determinar o causador deste incumprimento das leis do jogo, o árbitro Mateu Lahoz cumpriu os regulamentos, que obrigam o treinador principal a zelar pela sua área técnica, e deu ordem de expulsão a Simeone, depois de ter identificado que a bola veio daquela zona.

O Atlético de Madrid foi multado em 1.050 euros.

Simeone recebeu uma coima de 3.005 euros e arrisca perder os últimos três jogos do campeonato, numa altura em que o Atlético de Madrid partilha a liderança com o FC Barcelona, com 82 pontos.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28