sicnot

Perfil

Desporto

Diretor do ciclismo britânico demite-se após suspensão por discriminação e sexismo

O diretor-técnico da Federação Britânica de Ciclismo, o australiano Shane Sutton, demitiu-se do cargo, depois de ter sido suspenso na sequência de uma investigação em que é acusado de discriminação e sexismo.

Diretor-técnico da Federação Britânica de Ciclismo, Shane Sutton (esq.)

Diretor-técnico da Federação Britânica de Ciclismo, Shane Sutton (esq.)

© Eddie Keogh / Reuters

"Acredito que é do maior interesse para o ciclismo britânico encontrar um novo diretor técnico", comunicou Sutton no órgão federativo inglês de ciclismo.

O australiano rejeitou alegações de discriminação e refutou as declarações de Jessica Varnish, velocista da equipa britânica de ciclismo, que o acusa de ter dito para "escolher outra coisa" e "ter um bebé".

Também o atleta paralímpico Darren Kenny, deixou críticas ao tratamento aos atletas com algum tipo de incapacidade: "No mínimo, somos tolerados".

Depois de várias vozes discordantes, a federação suspendeu o diretor-técnico, mas Sutton acabou por abandonar funções a 100 dias do começo dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, Brasil, em que o ciclismo britânico tem legítimas aspirações de conquistar medalhas.

FZB/NF // NF

Lusa/fim

NewsSubjects:- Desporto - Ciclismo - ciclismo de estrada

20160427T164510