sicnot

Perfil

Desporto

Telma Monteiro assume "desafio enorme" de chegar em forma aos Jogos Olímpicos

A judoca Telma Monteiro disse hoje que regressar em pleno a tempo dos Jogos Olímpicos Rio2016 vai ser "um desafio enorme", uma vez que, a 100 dias do início do evento, ainda não está a competir.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

"Conto estar na minha melhor forma possível. Estamos aqui a assinalar 100 dias para os Jogos Olímpicos e eu ainda não posso fazer judo. É um desafio enorme, mas sempre gostei de desafios, e é mais um na minha carreira", afirmou.

À margem de uma cerimónia que assinalou os 100 dias para o início dos Jogos, Telma Monteiro, que foi operada a um joelho, garantiu que "a recuperação está a correr bem, felizmente", mas "ainda faltam algumas semanas para voltar ao tapete, voltar a fazer judo".

"Mas já tenho de estar a fazer preparação física, ginásio, corrida. Continuo a fazer fisioterapia diariamente e esse é o meu foco principal", assumiu.

A judoca assegurou que, "quando regressar aos tapetes e regressar aos treinos", vai "aproveitar cada dia ao máximo para chegar na melhor forma possível".

"Numa competição como esta qualquer resultado é possível. Não existem favoritos, por isso, é dar o meu melhor em cada combate. Encarar cada um como uma final, com seriedade e estratégia, e tentar avançar na competição", adiantou, quando questionada até onde poderá ir na categoria de -57 kg.

A recuperar da lesão, Telma Monteiro admite que voltará a treinar em maio e que espera em junho fazer alguma competição oficial.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC