sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa e Gastão Elias eliminados nos quartos dos pares do Estoril Open

Os tenistas português João Sousa e Gastão Elias foram hoje eliminados nos quartos de final do torneio de pares do Estoril Open, ao perderem com os polacos Lukasz Kubot e Marcin Matkowski, primeiros cabeças de série.

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

Os últimos representantes portugueses no único torneio ATP em Portugal ainda venceram o primeiro 'set', por 6-3, mas os polacos deram a volta por 6-3 e 10-7 no super 'tie-break', após uma hora e 16 minutos.

"O jogo de ténis de alto nível é perigoso, porque as coisas podem estar controladas e uma bola ou outra pode rumar o rumo do encontro. Eu não costumo falar de sorte, mas acho que hoje foi o que aconteceu. Houve dois pontos de ouro, em que eu servi e a bola deles bateu na tela", lembrou Elias, reconhecendo que ambos sentiam estar a um grande nível para poder vencer hoje.

Nas meias-finais, os polacos vão defrontar os croatas Borna Coric e Franko Skugor, que hoje afastaram os israelitas Jonathan Erlich e o britânico Colin Fleming, por 6-4, 6-4.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.