sicnot

Perfil

Desporto

PAOK punido após falta de comparência nas meias finais da Taça da Grécia

O PAOK Salónica foi hoje punido com menos três pontos na próxima temporada da Liga grega de futebol e uma multa de 10 mil euros por falta de comparência quarta-feira na segunda mão das meias finais da Taça da Grécia.

© Alexandros Avramidis / Reuter

No início de março, quando o Olympicos vencia por 2-1 no terreno do PAOK, em jogo da primeira mão das meias-finais, o relvado foi invadido por adeptos da equipa da casa e das bancadas foram lançadas dezenas de tochas e bombas de fumo, levando o árbitro Andreas Pappas a interromper a partida, ao minuto 89.

O treinador português Marco Silva foi, inclusivamente, atingido nas costas por uma garrafa.

Na sequência dos acontecimentos, a equipa de Salónica foi punida com derrota por 3-0 e ameaçou não jogar a segunda mão caso a partida não fosse repetida e arbitrada por um estrangeiro, acabando por concretizar a ameaça.

O governo grego chegou cancelar a Taça da Grécia, mas recuou por pressão da FIFA e da UEFA, que ameaçaram banir as equipas e a seleção de futebol da Grécia das competições internacionais.

A falta de comparência do PAOK Salónica assegurou ao Olympiacos um resultado de 3-0 no jogo da segunda mão, bem como a presença automática na final da Taça da Grécia de futebol, a 07 de maio em Atenas, contra o AEK. O jogo será presenciado apenas por estudantes convidados.

Lusa

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42