sicnot

Perfil

Desporto

Layún entra nos convocados do FC Porto para a receção ao Sporting

O mexicano Miguel Layún recuperou da lesão que o afastou do jogo com a Académica e reentrou hoje na lista de convocados do FC Porto para a receção ao Sporting, da 32.ª jornada da I Liga de futebol.

ESTELA SILVA

De acordo com a nota informativa publicada no sítio dos dragões, e numa lista desta vez reduzida a 18 elementos, ficam de fora o avançado maliano Marega e o médio Francisco Ramos, do FC Porto B.

Os espanhóis Marcano (treino condicionado) e Bueno (em tratamento) continuaram a ser os únicos jogadores cujo nome consta do boletim clínico. O médio mexicano Omar Govea, do FC Porto B, integrou o treino, no Olival, tal como nos últimos dois dias.

O FC Porto, com o terceiro lugar na I Liga definido, recebe pelas 18:30 de sábado o Sporting, segundo classificado e na luta pelo título, a dois pontos do líder Benfica, em jogo que será arbitrado por Artur Soares Dias, da Associação do Porto.

Lista de 18 convocados:

- Guarda-redes: Helton e Casillas.

- Defesas: Maxi Pereira, Martins Indi, Chidozie, José Ángel e Miguel Layún.

- Médios: Rúben Neves, Sérgio Oliveira, Herrera, André André e Danilo.

- Avançados: Varela, Brahimi, Aboubakar, Corona, André Silva e Suk.

Lusa

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.