sicnot

Perfil

Desporto

Sporting de Braga regressa aos triunfos na I Liga

O Sporting de Braga regressou hoje aos triunfos na I Liga portuguesa de futebol, ao bater em casa o Vitória de Setúbal, por 3-2, em jogo da 32.ª e antepenúltima jornada.

HUGO DELGADO

Rafa, que marcou por duas vezes (06 e 60) e atingiu os oito golos no campeonato, e Josué, de grande penalidade (62), construíram o triunfo no Estádio Municipal de Braga, onde o intervalo chegou com uma igualdade, depois de Vasco Costa ter marcado para os sadinos (07). A fechar, Costinha ainda reduziu a diferença, de livre direto (80).

Depois da derrota em Paços de Ferreira (1-0) e antes da meia-final da Taça da Liga com o Benfica, o Braga retomou os triunfos e vai manter o seu quarto lugar a salvo, com 57 pontos, mais oito do que o Arouca (5.º), que recebe o Nacional no domingo. Com 13 jogos consecutivos sem ganhar (nove derrotas e quatro empates), o Vitória segue no 15.º posto, com 29 pontos, cinco acima da zona de despromoção.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.