sicnot

Perfil

Desporto

Feridos no Rali de Santo Tirso deverão ter alta em breve

Os seis espetadores colhidos ao início da tarde por um dos veículos participantes no Rali de Santo Tirso "não inspiram cuidados" e deverão ter "alta em breve", disse à agência Lusa fonte do Centro Hospitalar do Médio Ave.

Segundo o chefe de equipa da urgência da Unidade de Santo Tirso daquele centro hospitalar, os feridos apenas foram para ali transportados "por precaução" e para "fazer alguns exames clínicos", mas "estão todos bem".

"Prevejo alta para breve", acrescentou.

Os seis espetadores ficaram feridos na sequência do despiste, pelas 14:50 em Monte Córdova, de um dos veículos em prova no Rali de Santo Tirso, tendo na altura o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto referido que uma das vítimas seria grave.

Conforme adiantou à agência Lusa fonte dos Bombeiros Tirsenses, os espetadores foram colhidos por um dos veículos em prova, que se despistou, "virando à esquerda quando a prova virava à direita".

Os espetadores, acrescentou, encontravam-se num local "com bastante gente" e aparentemente sem perigo, onde "não era previsível" que pudessem ser atingidos.

O acidente ocorreu durante a 5.ª e última prova do rali, cujo percurso era Assunção/Valinhas.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.