sicnot

Perfil

Desporto

Sérgio Conceição suspenso 25 dias após expulsão na Luz

O treinador do Vitória de Guimarães, Sérgio Conceição, foi suspenso por 25 dias pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência da expulsão no jogo da I Liga, com o Benfica, anunciou hoje aquele órgão.

No encontro da 32.ª jornada, que o Benfica venceu em casa por 1-0, o técnico dos vimaranenses foi expulso pouco depois da meia hora, por alegadas palavras dirigidas ao árbitro Bruno Paixão, situação que lhe valeu também uma multa de 1.722 euros. O seu adjunto Vítor Bruno, preparador físico, também foi suspenso por 13 dias.

Desse jogo resultou ainda uma multa de 5.738 euros para o Benfica, por comportamento incorreto do público, o mesmo acontecendo no FC Porto-Sporting (1-3), com penas iguais para 'dragões' e 'leões'.

O Conselho de Disciplina aplicou ainda outra multa do mesmo valor aos 'encarnados' devido à conduta dos seus adeptos no jogo da meia-final da Taça da Liga, em que bateu o Sporting de Braga, por 2-1.

Por seu turno, a equipa 'arsenalista' foi multada em 3.825 euros por utilização irregular da aparelhagem sonora do seu estádio no jogo em que bateu o Vitória de Setúbal (3-2), no qual o comportamento dos adeptos lhe valeu uma multa de 4.692 euros.

O treinador da Académica, Filipe Gouveia, expulso por agressão a Amilton, jogador do União da Madeira, é alvo de processo disciplinar.

Ao mesmo tempo, o órgão disciplinar anunciou que negou provimento a um recurso do treinador do Tondela, Petit, confirmando a suspensão de 25 dias que lhe foi aplicada por palavras dirigidas ao árbitro no jogo da 30.ª jornada, no terreno do Braga.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • "Foi um golpe muito forte"
    1:41
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • SIC acompanhou Francisco George no último dia como diretor-geral da Saúde
    6:20