sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Leicester não esperava ser campeão

O treinador italiano Claudio Ranieri, que conquistou a liga inglesa de futebol com o Leicester, conseguindo o primeiro título de campeão da sua carreira, disse hoje que não imaginava tal coisa no início da temporada.

© Reuters Staff / Reuters

"Não esperava isto quando cheguei", afirmou o técnico, de 64 anos, citado no sítio oficial do clube na internet. "Sou um homem pragmático, queria apenas ganhar jogo após jogo e ajudar os meus jogadores a progredir semana após semana. Nunca pensei muito até onde isso nos levaria", afirmou.

Depois do empate de domingo na visita ao Manchester United (1-1), o Leicester beneficiou na segunda-feira do empate do Tottenham no terreno do Chelsea (2-2) para celebrar o primeiro título de campeão inglês em 132 anos de história, mas Ranieri não assistiu, porque regressava de Itália de avião, aonde se deslocou para estar coma sua mãe.

"Estou muito orgulhoso. Estou contente pelos meus jogadores, pelo presidente, pelo 'staff', por todos os adeptos e pelo ambiente da cidade. É uma sensação incrível", acrescentou Ranieri, que levou o Leicester a tornar-se o 24.º clube a inscrever o seu nome no historial de vencedores.

A duas jornadas do fim, os 'foxes' somam 77 pontos, contra 70 do Tottenham, que deixou de ter hipóteses matemáticas de chegar ao título e que tem agora o Arsenal, terceiro classificado, a apenas três pontos. O Manchester City é quarto, com 64.

"Os jogadores foram fantásticos. A sua concentração, a sua determinação, o seu estado de espírito tornaram isto possível. Eles baterem-se uns pelos outros em todos os jogos e eu adoro ver isso entre os meus jogadores. Eles merecem ser campeões", concluiu.

A próxima ronda, a 37.ª e penúltima, realiza-se no próximo fim de semana, com grande festa marcada para o Estádio King Power, onde, no sábado, o Leicester recebe o Everton.

Lusa

  • Título do Leicester "é inacreditável", diz Vardy

    Desporto

    O avançado James Vardy, melhor marcador do Leicester, afirmou que o título de campeão inglês de futebol conquistado esta segunda-feira "é inacreditável" e o maior feito da história do clube. Vários jogadores juntaram-se em casa de Vardy para assistir ao empate do Tottenham com o Chelsea. O momento foi registado em vídeo e correu mundo via Twitter (veja o vídeo mais abaixo nesta página).

  • Leicester, o improvável (e eufórico) campeão inglês
    2:55

    Desporto

    O feito histórico em Inglaterra aconteceu e o Leicester City sagrou-se campeão de futebol pela primeira vez . Apesar dos festejos oficiais estarem guardados para o fim do campeonato, milhares de adeptos saíram à rua numa celebração espontânea que entupiu a cidade de Leicester. A reportagem é dos enviados da SIC, João Tiago e Rui do Ó.

  • Adeptos do Leicester celebram título inédito
    1:33

    Desporto

    O Leicester tornou-se campeão de Inglaterra, um feito inédito nos 132 anos de história do clube. A equipa não entrou hoje em campo e o empate com o Manchester United adiou a decisão para esta segunda-feira. Os adeptos sofreram a assistir ao jogo entre o Tottenham e o Chelsea mas no final o empate entre estas duas equipas permitiu fazer a festa do título inglês.

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.