sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa pela primeira vez nos quartos de um Masters 1000

O tenista português João Sousa avançou hoje pela primeira vez na sua carreira para os quartos de final de um Masters 1000, ao derrotar o norte-americano Jack Sock, em três sets, em Madrid.

JUANJO MARTIN/ EPA

No encontro dos oitavos de final, o número um nacional, que na próxima semana vai entrar pela primeira vez no top 30, impôs-se ao 26.º jogador ATP, pelos parciais de 6-1, 6-7 (3-7) e 6-2.

Diante do encontro mais importante da sua carreira num Masters 1000, João Sousa começou mal, enfrentou cinco break-points no seu primeiro jogo de serviço, salvando-os a todos - e mostrou-se tão focado como nas rondas anteriores e determinado a escrever mais um capítulo na sua história no ténis.

Implacável com a sua direita, o português nunca deixou Sock, que aparentou estar desconcentrado no início do encontro, falando permanentemente sozinho, entrar no jogo e tornou o primeiro parcial um verdadeiro passeio.

Depois de quebrar o serviço do norte-americano logo no segundo jogo do encontro, o número um nacional voltou a somar novo break no sexto jogo, para conquistar o primeiro set por 6-1, em 33 minutos.

Com uma tática perfeita, Sousa obrigou o 26.º jogador mundial, que na noite anterior tinha jogado quase até de madrugada frente ao argentino Juan Martin del Potro, a correr e a cometer erros não forçados.

O domínio do português continuou no início do segundo parcial, com o vimaranense a conseguir o break no terceiro jogo para ficar no comando. Mas Sock recompôs-se, aumentou os níveis de consistência e, finalmente, quebrou o jogo do adversário para empatar 3-3.

O revés não fez João Sousa esmorecer, com o jogador luso a aguentar a pressão, salvando dois set points quando servia para fazer o 6-6 e levar a decisão para tie-break.

Aí, o jovem norte-americano esteve irrepreensível, servindo a grande nível para vencer o tie-break por 7-3.

A perda do set não desanimou Sousa, que recuperou o ascendente e, sem hesitações, rapidamente chegou ao comando do derradeiro parcial.

A liderar com um break de vantagem desde o segundo jogo, o luso nunca permitiu veleidades no seu serviço e acabou por garantir o triunfo no jogo de Sock, que somou 37 erros não forçados no encontro (contra 19 do seu adversário).

Ao primeiro match-point, o jogador radicado em Barcelona pode, por fim, celebrar, depois de duas horas e 15 minutos de encontro, mais um feito na sua história pessoal, que agora o colocada em rota de colisão com o rei da terra batida, o espanhol Rafael Nadal, número cinco mundial, nos quartos de final.

Com a caminhada gloriosa na terra batida de Madrid, o melhor jogador português de sempre - é expectável que segunda feira volte a estabelecer um novo máximo na carreira, entrando no top 30 do ranking ATP -, Sousa distanciou-se de Frederico Gil, com quem partilhava o recorde de maior número de vitórias em torneios Masters 1000 (9), passando agora a somar 12.

Curiosamente, o vimaranense de 27 anos seguiu hoje as pegadas de Gil, ao tornar-se o segundo tenista nacional a chegar aos quartos de final de um Masters 1000. O tenista lisboeta foi eliminado nos 'quartos' de Monte Carlo em 2011, pelo então número quatro do mundo, o britânico Andy Murray.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • O edifício mais longo do mundo

    Mundo

    Se pensa que já viu tudo em relação aos edifícios mais longos e complexos do mundo, pense duas vezes. O edifício mais longo do mundo pode estar prestes a chegar e promete fazer de Nova Iorque uma cidade ainda mais atrativa.