sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da SAD U. Leiria e outros dois arguidos ouvidos em tribunal

São hoje ouvidos no Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa os três arguidos da Operação Matrioskas, que envolve a SAD da União de Leiria e um alegado esquema de lavagem de dinheiro de uma rede mafiosa russa. Já foram presentes ao juiz e identificados, os interrogatórios continuarão à tarde.

O principal arguido é o russo Alexander Tolstikov, presidente e principal acionista da SAD da União de Leiria, considerado a peça chave no caso que levou ainda à detenção do assessor, o moldavo Sergio Renita e o português Pedro Violante, diretor financeiro da União de Leiria.

São suspeitos da prática de crimes de fraude fiscal, associação criminosa, branqueamento de capitais, corrupção e falsificação de documentos.

Detidos há dois dias os três arguidos têm de conhecer hoje as medidas de coação, num caso que levou as autoridades aos estádios do Sporting, Benfica e SC Braga, em busca de contratos dos jogadores russos, negociados com o clube de Leiria nos últimos meses.

  • Militares da revolução denunciam corrupção nos órgãos de poder
    3:22

    País

    O presidente da Associação 25 de Abril acusa a classe política de não ter interesse em travar a corrupção em Portugal. Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho, dois dos militares da revolução, consideram que a corrupção está entranhada nos órgãos de poder e deve ser denunciada.

  • "Está prevista mais uma melhoria do rating para breve"
    2:46
  • Fábrica na Covilhã vai produzir para marcas de luxo
    1:47

    Economia

    A Covilhã foi a cidade portuguesa escolhida para a instalação de uma nova fábrica de produção de peças para marcas de luxo. O Grupo FM Industries Sycrilor vai reforçar o investimento na cidade e será responsável pelo polimento de metais para as marcas Louis Vuitton e Cartier.