sicnot

Perfil

Desporto

Jogador do Dínamo Bucareste morre em campo em jogo da Liga romena

O médio camaronês Patrick Ekeng, do Dínamo de Bucareste, morreu hoje em campo durante um jogo do campeonato romeno, depois de ter caído inanimado em campo, informaram alguns órgãos de comunicação locais.

Patrick Ekeng (à esquerda da foto)

Patrick Ekeng (à esquerda da foto)

© Goran Tomasevic / Reuters

O jogador de 26 anos, internacional pelos Camarões, tinha sido lançado em campo há sete minutos na partida frente ao Viitorul Constanta, quando de repente desfaleceu no relvado, sem que tivesse sido tocado por qualquer adversário.

Ekeng foi transportado de imediato para o serviço de urgências, onde as equipas médicas tentaram reanimá-lo durante 90 minutos, sem sucesso, segundo o 'site' de desportos gsp.ro, citando fontes médicas.

O camaronês tinha sido contratado pelo Dínamo Bucareste, que ocupa o quarto lugar no campeonato romeno na última jornada do 'play-off'.

Lusa

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.