sicnot

Perfil

Desporto

Diretor financeiro do União de Leiria suspenso de funções no âmbito da Operação Matrioskas

Diretor financeiro do União de Leiria suspenso de funções no âmbito da Operação Matrioskas

Foram conhecidas, este sábado, as medidas de coação da Operação Matrioskas. Este é o caso de suposta lavagem de dinheiro no União de Leiria. O russo, atual presidente da SAD, Alexander Tolstikov e um assessor deste ficaram sujeitos a prisão preventiva, mas com hipótese de brevemente passarem a prisão domiciliária. Quanto a Pedro Violante, Diretor financeiro do clube, ficou em liberdad, mas suspenso de funções.

  • União de Leiria no centro da Operação Matrioskas
    1:47

    Desporto

    A Polícia Judiciária realizou buscas nos estádios do Sporting, Benfica e Braga mas o alvo da operação foi o União de Leiria. Há suspeitas de irregularidades na venda de jogadores russos do Leiria a outros clubes.Já há seis arguidos. O Benfica e o Braga já confirmaram que não são visados pela investigação.

  • Medidas de coação da Operação Matrioskas devem ser conhecidas amanhã
    0:40

    País

    Decorre hoje o segundo dia de inquérito no âmbito da Operação Matrioskas. Três elementos do União de Leiria são suspeitos de estarem envolvidos num alegado esquema de lavagem de dinheiro vindo de uma rede de máfia russa. Os interrogatórios começaram ontem no Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa, com Pedro Violante, o director financeiro do União de Leiria. A meio da tarde foi ouvido o moldado Sérgio Renita, assessor do presidente e principal acionista da SAD do Leiria, o russo Alexander Tolstikov, que só hoje é que começa a ser ouvido pelo juiz Carlos Alexandre. O advogado de defesa, Joaquim Malafaia, diz que as medidas de coação dos arguidos só deverão ser conhecidas amanhã.

  • Medidas de coação para três detidos na operação Matrioskas conhecidas hoje
    0:28

    País

    O caso envolve suspeitas de lavagem de dinheiro de uma rede mafiosa russa na União de Leiria. Esta manhã à chegada ao Tribunal Central de Instrução Criminal, o advogado do presidente da SAD da União de Leiria e do assessor confirmou que as medidas de coação devem mesmo ser conhecidas hoje. Joaquim Malafaia diz que o interrogatório correu bem e está confiante para ouvir a decisão do juiz Carlos Alexandre.

  • Inglaterra estreia-se com vitória suada frente à Tunísia

    Mundial 2018 / Tunísia

    A seleção inglesa estreou-se no Mundial 2018 com um triunfo sobre a Tunísia por 2-1, com o golo da vitória a ser apontado já para lá do minuto 90. O jogo foi referente à 1.ª jornada do grupo G. Veja aqui os golos e os lances que marcaram o encontro.

  • O melhor golo do 5.º dia de Mundial

    Desporto

    Numa escolha feita pelos jornalistas de desporto e do site da SIC Notícias, mostramos-lhe o melhor golo deste quinto dia de Mundial. Foi apontado por Dries Mertens, na vitória da Bélgica sobre o Panamá por 3-0.

  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Rapper XXXTentacion morto em aparente tentativa de roubo

    Cultura

    O rapper norte-americano XXXTentacion, de 20 anos, morreu na noite de segunda-feira depois de ter sido baleado, na Florida, no sudeste dos Estados Unidos. Um dos suspeitos terá disparado e atingido o rapper e, de seguida, dois suspeitos fugiram numa viatura escura. A polícia está a considerar tentativa de roubo.

  • Merkel tem duas semanas para negociar solução para crise migratória

    Mundo

    A chanceler alemã tem duas semanas para negociar com os parceiros europeus uma solução para a questão migratória e assim evitar uma crise política. O ultimato foi dado pelo CSU, o partido da Baviera que integra a coligação governamental. Ao contrário de Angela Merkel, defende uma política para os refugiados mais estrita.