sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da FIFA "muito triste" com a demissão de Platini da UEFA

O presidente da FIFA, Gianni Infatino, manifestou-se na segunda-feira "muito triste" pela demissão do líder da UEFA, Michel Platini, de quem foi 'número dois' naquele organismo europeu.

Gianni Infantino, presidente da FIFA.

Gianni Infantino, presidente da FIFA.

© Jorge Silva / Reuters

À saída de uma reunião do Comité Executivo da FIFA, na Cidade do México, Infantino, antigo secretário-geral da UEFA, lembrou o trabalho de nove anos com Platini, não escondendo a tristeza, "a nível pessoal", pela demissão do francês, depois de o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) ter reduzido de seis para quatro anos a suspensão ao antigo futebolista.

"A nível pessoal, estou muito triste com esta decisão. Trabalhei com Michel [Platini] durante nove anos. Fizemos grandes coisas na UEFA e quero guardar essas memórias positivas", disse Infantino, aos jornalistas.

Platini, que chegou a apresentar a candidatura à presidência da FIFA este ano, tinha sido inicialmente condenado a oito anos de suspensão pela Comissão de Ética da FIFA, a 21 de dezembro de 2015, mas a pena foi depois reduzida para seis anos pela Comissão de Recurso. A suspensão foi entretanto reduzida a quatro anos pelo TAS, a instância superior no desporto.

O líder da UEFA foi condenado por abuso de confiança, conflito de interesses e gestão danosa no caso do pagamento de 1,8 milhões de euros pelo ex-presidente da FIFA mundial, Joseph Blatter.

Apesar da tristeza por Platini, Infantino frisou que "deve respeitar-se a decisão" do TAS.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagas as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Presidente da Câmara de Nova Iorque confirma "atentado terrorista falhado"
    0:29
  • Israel volta a bombardear posições do Hamas em Gaza

    Mundo

    O exército israelita voltou a bombardear esta segunda-feira posições do movimento Hamas na Faixa de Gaza em resposta ao lançamento de projéteis em direção a Israel pelas milícias palestinianas, informou um comunicado militar.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.