sicnot

Perfil

Desporto

West Ham apresenta desculpas ao Manchester United após incidentes com adeptos

O West Ham apresentou hoje um pedido desculpas ao Manchester United pelos incidentes provocados na terça-feira por adeptos do 'hammers', que apedrejaram o autocarro dos 'red devils' à chegada a Upton Park.

Adeptos do West Ham

Adeptos do West Ham

© Reuters Staff / Reuters

"A família do West Ham celebrou com as nossas lendas e antigos jogadores o que foi uma espetacular cerimónia na qual nos despedimos da nossa casa nos últimos 112 anos. Lamentavelmente, as ações de uma pequena minoria nas imediações do estádio quase estragaram as celebrações", afirmou o empresário britânico David Sullivan e um dos proprietários do clube londrino.

O responsável do West Ham considerou "completamente inaceitáveis" as ações dos adeptos, frisando que "não são representativas do clube nem os seus valores".

"Quero pedir desculpas ao Manchester United pelos danos causados e assegurar que tudo faremos para identificar os responsáveis e proibir-lhes a entrada", acrescentou.

As pedras e garrafas de vidro arremessadas por adeptos do West Ham partiram vários dos vidros fumados do autocarro onde seguia a equipa do Manchester United, o que obrigou a atrasar 45 minutos o início da partida.

A partida em atraso da 35.ª jornada da Liga inglesa de futebol, que o West Ham venceu por 3-2, foi também o jogo de despedida do estádio que era a casa do clube desde 1904 (os 'hammers' venderam a infraestrutura e passarão este ano a utilizar o Estádio Olímpico de Londres).

A Federação Inglesa de Futebol (FA) deplorou também hoje os acontecimentos de terça-feira e afirmou que trabalhará com os clubes e com a Polícia londrina para os "investigar a fundo".

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.