sicnot

Perfil

Desporto

West Ham apresenta desculpas ao Manchester United após incidentes com adeptos

O West Ham apresentou hoje um pedido desculpas ao Manchester United pelos incidentes provocados na terça-feira por adeptos do 'hammers', que apedrejaram o autocarro dos 'red devils' à chegada a Upton Park.

Adeptos do West Ham

Adeptos do West Ham

© Reuters Staff / Reuters

"A família do West Ham celebrou com as nossas lendas e antigos jogadores o que foi uma espetacular cerimónia na qual nos despedimos da nossa casa nos últimos 112 anos. Lamentavelmente, as ações de uma pequena minoria nas imediações do estádio quase estragaram as celebrações", afirmou o empresário britânico David Sullivan e um dos proprietários do clube londrino.

O responsável do West Ham considerou "completamente inaceitáveis" as ações dos adeptos, frisando que "não são representativas do clube nem os seus valores".

"Quero pedir desculpas ao Manchester United pelos danos causados e assegurar que tudo faremos para identificar os responsáveis e proibir-lhes a entrada", acrescentou.

As pedras e garrafas de vidro arremessadas por adeptos do West Ham partiram vários dos vidros fumados do autocarro onde seguia a equipa do Manchester United, o que obrigou a atrasar 45 minutos o início da partida.

A partida em atraso da 35.ª jornada da Liga inglesa de futebol, que o West Ham venceu por 3-2, foi também o jogo de despedida do estádio que era a casa do clube desde 1904 (os 'hammers' venderam a infraestrutura e passarão este ano a utilizar o Estádio Olímpico de Londres).

A Federação Inglesa de Futebol (FA) deplorou também hoje os acontecimentos de terça-feira e afirmou que trabalhará com os clubes e com a Polícia londrina para os "investigar a fundo".

Lusa

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida