sicnot

Perfil

Desporto

Falcao volta para o Mónaco depois de Chelsea abdicar da opção de compra

O futebolista internacional colombiano Falcao, antigo jogador do FC Porto, vai regressar ao Mónaco, depois de o Chelsea ter decidido não acionar a opção de compra do avançado.

© Reuters Staff / Reuters

"O Chelsea disse-me em fevereiro que não contava comigo, assim não continuarei. O Mónaco fez uma forte aposta em mim e querem ter algum retorno, querem-me na próxima época", disse o internacional colombiano.

Falcao, de 30 anos, estava cedido aos londrinos pelo Mónaco, clube orientado pelo português Leonardo Jardim, tendo alinhado em 12 jogos pelos blues e apontado um golo, numa época marcada por lesões.

O avançado já tinha sido emprestado na anterior época, também pelos monegascos, ao Manchester United, pelo qual marcou apenas quatro golos nos 29 jogos em que participou.

O jogador chegou ao Mónaco no final de maio de 2013, proveniente dos espanhóis do Atlético de Madrid e com o clube francês a pagar 63 milhões de euros pela sua contratação, num vínculo válido por cinco épocas.

Em janeiro de 2014, num jogo da Taça de França, Falcao sofreu uma rotura no ligamento anterior cruzado do joelho esquerdo, esteve seis meses parado e falhou o Mundial2014 no Brasil.

Em declarações à Sky Sports, o avançado revelou também que esteve quase a deixar o Chelsea em janeiro, face ao interesse do River Plate, mas que os londrinos, o Mónaco e ele próprio, entenderam que seria melhor continuar na Europa.

"Mais tarde, em fevereiro, o Chelsea disse que não contava comigo para o futuro, ainda tentei regressar ao River Plate, mas era demasiado tarde", justificou.

No Atlético ee Madrid, nas épocas de 2011/12 (36 golos) e 2012/13 (34), notabilizou-se como um dos maiores goleadores da Europa, faceta que tinha mostrado também no FC Porto, em 2009/10 (34 golos) e 2010/11 (38).

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.