sicnot

Perfil

Desporto

Falcao volta para o Mónaco depois de Chelsea abdicar da opção de compra

O futebolista internacional colombiano Falcao, antigo jogador do FC Porto, vai regressar ao Mónaco, depois de o Chelsea ter decidido não acionar a opção de compra do avançado.

© Reuters Staff / Reuters

"O Chelsea disse-me em fevereiro que não contava comigo, assim não continuarei. O Mónaco fez uma forte aposta em mim e querem ter algum retorno, querem-me na próxima época", disse o internacional colombiano.

Falcao, de 30 anos, estava cedido aos londrinos pelo Mónaco, clube orientado pelo português Leonardo Jardim, tendo alinhado em 12 jogos pelos blues e apontado um golo, numa época marcada por lesões.

O avançado já tinha sido emprestado na anterior época, também pelos monegascos, ao Manchester United, pelo qual marcou apenas quatro golos nos 29 jogos em que participou.

O jogador chegou ao Mónaco no final de maio de 2013, proveniente dos espanhóis do Atlético de Madrid e com o clube francês a pagar 63 milhões de euros pela sua contratação, num vínculo válido por cinco épocas.

Em janeiro de 2014, num jogo da Taça de França, Falcao sofreu uma rotura no ligamento anterior cruzado do joelho esquerdo, esteve seis meses parado e falhou o Mundial2014 no Brasil.

Em declarações à Sky Sports, o avançado revelou também que esteve quase a deixar o Chelsea em janeiro, face ao interesse do River Plate, mas que os londrinos, o Mónaco e ele próprio, entenderam que seria melhor continuar na Europa.

"Mais tarde, em fevereiro, o Chelsea disse que não contava comigo para o futuro, ainda tentei regressar ao River Plate, mas era demasiado tarde", justificou.

No Atlético ee Madrid, nas épocas de 2011/12 (36 golos) e 2012/13 (34), notabilizou-se como um dos maiores goleadores da Europa, faceta que tinha mostrado também no FC Porto, em 2009/10 (34 golos) e 2010/11 (38).

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Buscas no Benfica? "A Justiça está a funcionar"
    0:18

    Desporto

    Bruno de Carvalho reagiu esta quinta-feira às buscas efetuadas no Benfica. À saída de uma audiência no Ministério da Educação, o presidente do Sporting abordou o tema para dizer que é sinal de que a justiça está a funcionar.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O clube de amigos de António Costa

    Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC