sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho e Figo elogiam presidente da FIFA depois de jogo das estrelas

O treinador português José Mourinho e o antigo futebolista Luís Figo teceram na quarta-feira grandes elogios ao novo presidente da FIFA, Gianni Infantino, antes do início do 66.º Congresso do organismo, na Cidade do México.

José Mourinho

José Mourinho

© Reuters Staff / Reuters

Depois do jogo particular entre um conjunto de 'Estrelas da FIFA' e uma seleção mexicana, no Estádio Azteca, Mourinho, que treinou a equipa da FIFA, disse que Infantino, eleito presidente em fevereiro, "abriu as portas aos artistas, que são os jogadores".

"Estes são os artistas especiais e a FIFA abriu-lhes a porta. Pela primeira vez, há uma ligação direta entre as duas partes e o resultado só pode ser positivo. Infantino começou a ouvir (os jogadores)", elogiou Mourinho depois do jogo, que a seleção mexicana venceu por 9-8.

Luís Figo, que chegou a avançar para uma candidatura à presidência da FIFA, acabando por abdicar a favor de Infantino, disse que a mudança da presidência "foi um passo em frente" e com novos estatutos "há que mudar o que não estava bem".

"Temos de encarar tudo de forma positiva, continuar a trabalhar com transparência e recuperar a imagem da FIFA. Todos devem concentrar-se em trabalhar com a máxima transparência, honestidade e democracia", disse Luís Figo, que jogou pelas Estrelas da FIFA.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC